Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Uberaba chega às 1 mil mortes causadas pela COVID-19

Como ocorreu em abril e maio, números de mortes e casos positivos de novo coronavírus, por dia, continuam altos na cidade neste início de junho


02/06/2021 20:11 - atualizado 02/06/2021 20:39

Uberaba está localizada na Região Sul do Triângulo Mineiro e tem aproximadamente 330 mil habitantes(foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
Uberaba está localizada na Região Sul do Triângulo Mineiro e tem aproximadamente 330 mil habitantes (foto: Prefeitura de Uberaba/Divulgação)
 
Nas últimas 24 horas, segundo o último boletim epidemiológico da COVID-19, em Uberaba foram registradas seis mortes (quatro homens de 43, 55, 64 e 77 anos e duas mulheres de 53 e 58 anos) e, desta forma, o número de óbitos causados pela doença chegou a 1.002 no total.

Desde o início da pandemia, foram contabilizados na cidade do Triângulo Mineiro 29.700 casos de infecção pelo novo coronavírus, sendo que destes 25.770 se recuperaram.
 
A chamada segunda onda de novos casos da doença na cidade, que é a maior da Região Sul do Triângulo, cresce consideravelmente a cada mês desde o início do ano, sendo que em maio bateu recorde de casos positivos, superando abril.
 
Outra preocupação da pandemia em Uberaba diz respeito à ocupação de UTIs/COVID, tanto da rede pública quanto da privada, que estão no limite ou perto disso desde fevereiro.
 
Conforme o último boletim epidemiológico divulgado pela prefeitura na noite desta quarta-feira (2/6), dos 103 leitos de UTI para pacientes infectados pelo novo coronavírus disponíveis na cidade, 94 estão ocupados.

Dos 60 existentes na rede pública, 57 estão com pacientes e dos 43 da rede privada, há 37 pessoas em estado grave.
 
Já em relação aos leitos de enfermaria para pacientes com COVID-19, de 209 disponíveis, 159 estão ocupados – de 142 da rede pública, há 126 pacientes; e de 67 da rede privada, 33 estão ocupados.
 
No que diz respeito ao número de óbitos de cada mês deste ano no município, houve pequena queda entre abril e maio, mas o patamar continua alto para a cidade.

Em abril, foram registradas 233 mortes e, em maio, 214.
 

Segunda onda

 
A segunda onda da COVID-19 vem crescendo de forma exponencial em Uberaba – desde janeiro deste ano, os novos casos aumentam consideravelmente e rapidamente a cada mês.
 
Segundo boletins epidemiológicos da COVID-19 no município, maio fechou como o mês com mais registros de novos casos (5.351). Até então, abril era o mês com mais casos positivos da doença, com 4.847.
 
O crescimento acelerado se iniciou entre dezembro do ano passado, que havia registrado 839 novos casos. Em janeiro, pulou para 2.511. A partir de então foram contabilizados 2.918 novos casos em fevereiro, depois 3.861 em março e em torno de 5 mil nos dois meses seguintes.
 
Entre setembro e dezembro do ano passado, em Uberaba, foi o período em que aconteceu a redução da primeira onda da COVID-19.

Após setembro registrar 2.540 casos positivos, em outubro caiu para 1.914, novembro contabilizou 1.209 e em dezembro quase 900 casos.
 
Com relação aos casos da COVID em Uberaba, em 2020, foram contabilizados quatro em abril, quatro em maio, 652 em junho, 931 em julho e 16.638 em agosto.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade