Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS

Prefeitos do Sul de Minas definem ações de enfrentamento à COVID-19

Doze cidades decidiram manter o comércio funcionando. Região de Camanducaia continua apenas com serviços essenciais abertos


17/01/2021 14:25 - atualizado 17/01/2021 16:41

Prefeitos do Sul de Minas tentam conter avanço da COVID-19 na região (foto: Ascom Poços de Caldas/divulgação)
Prefeitos do Sul de Minas tentam conter avanço da COVID-19 na região (foto: Ascom Poços de Caldas/divulgação)
Prefeitos do Sul de Minas se reuniram nesse sábado (16/01) para definir ações de enfrentamento à COVID-19. Ao todo, 12 prefeitos participaram dos encontros em Caldas e Camanducaia.

 

A decisão ocorreu depois que o Sul de Minas bateu recorde de casos do novo coronavírus pela segunda semana consecutiva. De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), na semana passada a região somou 7.732 pessoas infectadas, sendo 60 mortes confirmadas pela doença.

 

Neste cenário, a região de Camanducaia, com os municípios de Estiva, Pouso Alegre, Córrego do Bom Jesus, Senador Amaral, Cambuí e Itapeva, decidiu que apenas os serviços essenciais poderão funcionar. Os prefeitos pretendem conter o avanço da doença e ainda assinaram uma carta, que será enviada às cidades vizinhas.

 

Os prefeitos se mostraram preocupados com os altos números de casos e ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e com os índices que sofreram impactos com as festas de final de ano.

 

Já em Caldas, o grupo com as cidades de Andradas, Santa Rita de Caldas, Ibitiúra de Minas e Poços de Caldas decidiu que no primeiro momento o comércio segue funcionando seguindo todos os protocolos. Mas, segundo os prefeitos da região, uma nova reunião vai ocorrer na próxima semana para reavaliar a situação da pandemia.

 

Novos leitos de UTI 

Durante a reunião, o prefeito de Poços de Caldas, Sérgio Azevedo, destacou o trabalho feito desde o início da pandemia pela administração municipal, com as restrições e disponibilização de novos leitos de UTI, que não chegaram a 50% da ocupação.

 

Os prefeitos se mostraram solidários à situação de cidades como Pouso Alegre, que está com 100% de seus leitos ocupados, e pretendem pedir ajuda ao governo do Estado para ampliar a capacidade dos hospitais. A ajuda é para não comprometer o atendimento da microregião de Poços de Caldas.

 

“Esperamos uma atitude do governo do Estado de socorro à Pouso Alegre para que não possamos trazer este problema de grande ocupação de leitos para nossa cidade, mas somos solidários e precisamos ajudar. Neste momento não será tomada nenhuma atitude drástica em relação ao comércio e serviços, mas estaremos avaliando a todo momento os números da nossa microrregião. É um momento delicado, onde a população deve continuar seguindo as medidas de prevenção e a orientação é para que saia de casa somente se for extremamente necessário”, disse o prefeito Sérgio Azevedo.

O que é o coronavírus

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.


transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.


A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Vídeo: Flexibilização do isolamento não é 'liberou geral'; saiba por quê

Principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia
  • Em casos graves, as vítimas apresentam:
  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal
  • Os tipos de sintomas para COVID-19 aumentam a cada semana conforme os pesquisadores avançam na identificação do comportamento do vírus 

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o vírus Sars-CoV-2 é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.


Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade