Publicidade

Estado de Minas HOMICÍDIOS

Dias após discutir com rapaz em bar, mulher é executada com 17 tiros em MG

Criminosos chegaram de carro, pararam na porta da casa da vítima e efetuaram os disparos


05/01/2021 11:18 - atualizado 05/01/2021 11:51

Polícia Militar foi atendeu duas ocorrências de homicídio na Grande BH(foto: Gladyston Rodrigues/EM)
Polícia Militar foi atendeu duas ocorrências de homicídio na Grande BH (foto: Gladyston Rodrigues/EM)
Uma mulher de 32 anos foi assassinada a tiros na porta de casa, em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de BH, na noite desta segunda-feira (4/1). Um homem, com quem ele teve um desentendimento dias antes, em um bar, é considerado o suspeito de mandar matá-la. 
 
Segundo a Polícia Militar, a vítima era Kellen Soares Ferreira Almeida e estava na porta de sua casa conversando com algumas amigas. Elas notaram que um veículo estava passando pela rua por diversas vezes. Em uma dessas 'passagens', o carro parou e um homem foi direto à Kellen para fazer uma pergunta. 
 
De acordo com o relato das testemunhas, ele queria saber ‘onde tinha chá’, gíria utilizada para se refeir a drogas, e a mulher respondeu que no sacolão ele encontraria vários tipos. Após o primeiro contato, o homem foi embora e voltou pouco tempo depois, já efetuando muitos disparos contra Kellen. 
 
Uma terceira pessoa também é suspeita de envolvimento no crime. Um homem, de 32 anos, teve uma discussão com a vítima no dia anterior e, segundo as testemunhas, ele teria feito ameaça de matá-la.

A PM suspeita que ele tenha sido mandante do crime. O homem foi localizado e encaminhado para prestar depoimento na delegacia.Já o autor dos disparos ainda não havia sido encontrado. 

BETIM

Uma segunda ocorrência aconteceu na mesma noite. Um homem de 21 anos morreu após levar cinco tiros na cabeça, enquanto estava na porta de sua casa em Betim. 
 
A vítima era Pedro Camilo Dias e, segundo a PM, foi levado para a UPA no Bairro Jardim Teresópolis ainda com vida, mas acabou falecendo. 
 
Testemunhas relataram que Pedro estava sentado na calçada quando dois homens chegaram em um carro e efetuaram os disparos. Um levantamento da PM descobriu que ele tinha se mudado para Betim justamente após uma desavença com um morador da Cabana do Pai Tomás, em BH. 

A suspeita é de que o homem estava sendo ameaçado por pessoas que o deviam dinheiro. A ocorrência foi encaminhada para a 8ªDP de Homicídio de Betim e até o final do registro, ninguém havia sido preso. 


*estagiária sob supervisão do subeditor Frederico Teixeira


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade