Publicidade

Estado de Minas SALVAMENTOS

Em 2020, bombeiros de Uberaba já salvaram mais de 100 tentantes de suicídio

Para salvar as vidas, militares usaram táticas de argumentação, além de técnicas de salvamentos com equipamentos específicos


26/09/2020 14:34 - atualizado 26/09/2020 15:12

Segundo o comandante do 8º BBM, essas ocorrências foram chamadas em Uberaba, as quais as mortes foram evitadas com argumentação ou contenção do tentante(foto: 8º BBM/Divulgação)
Segundo o comandante do 8º BBM, essas ocorrências foram chamadas em Uberaba, as quais as mortes foram evitadas com argumentação ou contenção do tentante (foto: 8º BBM/Divulgação)
O 8º Batalhão de Bombeiros Militar (BBM) já salvou no município de Uberaba, Triângulo Mineiro, mais de 100 tentantes de suicídios, ou seja, segundo dados divulgados pela corporação, nesse ano de 2020, até o momento, as equipes dos militares já salvaram 104 pessoas que tentariam contra a própria vida.

De acordo com o comandante do 8º BBM, o tenente coronel Anderson Passos, durante todo ano passado foram 166 salvamentos em ocorrências envolvendo suicídios. “Essas ocorrências foram chamadas, as quais as mortes foram evitadas com argumentação ou contenção do tentante. Nos suicídios consumados, somos chamados apenas caso o corpo esteja em local de difícil acesso”, contou.

Com relação aos casos de suicídios consumados que os bombeiros precisaram estar presentes em Uberaba, segundo dados do 8º BBM, esse ano já foram seis ocorrências, sendo que durante todo o ano de 2019 foram 12. Além disso, infelizmente, existem outros casos que os militares não são chamados.

“O suicídio é um grande tabu na sociedade ocidental. Melancolia difusa, ansiedade, nostalgia profunda são alguns entre os vários sinais de tendências suicidas. Ao tentante deve dar acolhimento e orientação. Então, o tentante deve sempre receber ajuda, orientação e apoio. Há serviços públicos telefônicos, por exemplo, para que a pessoa ligue e possa desabafar. Em caso de emergências ligue 193”, ressaltou o comandante do 8º BBM, Anderson Passos.

Segundo dados da Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), são registrados cerca de 12 mil suicídios todos os anos no Brasil e mais de 1 milhão no mundo. De acordo com a OMS (Organização Mundial da Saúde), o suicídio mata no mundo uma pessoa a cada 40 segundos.

O psiquiatra Celso Peito destaca que, infelizmente, muitas vezes, o suicídio não é levado em consideração por várias pessoas em sofrimento mental e suas famílias, ou seja, eles não se preocupam com as formas de se preveni-lo. “Cerca de 97% dos casos de suicídio estão relacionados a transtornos mentais, entre outros sofrimentos mentais. Em primeiro lugar está a depressão, seguida do transtorno bipolar e abuso de substâncias químicas”, informou.

Setembro Amarelo

Desde o ano de 2014, a Associação Brasileira de Psiquiatria (ABP), em parceria com o Conselho Federal de Medicina (CFM), entre outras entidades e organizações ligadas a saúde mental de várias cidades do País, divulgam nacionalmente o Setembro Amarelo, sendo que o dia 10 deste mês, todos os anos, é lembrado como o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade