Publicidade

Estado de Minas TRÁFICO

Polícia Federal estoura laboratório de produção de drogas no Leste de Minas

Laboratório se localizava em Mathias Lobato, próximo a Governador Valadares. Três suspeitos foram presos. Material apreendido foi avaliado em R$ 2 milhões


24/08/2020 11:19 - atualizado 24/08/2020 11:51

A droga apreendida foi levada para sede da Polícia Federal em Governador Valadares.(foto: Divulgação FICCO)
A droga apreendida foi levada para sede da Polícia Federal em Governador Valadares. (foto: Divulgação FICCO)
A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (FICCO), coordenada pela Polícia Federal e integrada pelas Polícias Civil, Militar, Penal e Rodoviária Federal, apreendeu uma grande quantidade de drogas, insumos, utensílios e produtos para refino da droga, além de uma caminhonete e dinheiro em espécie. Toda a droga estava em poder três pessoas.

A prisão dos suspeitos possibilitou aos policiais a identificação de um laboratório de produção de drogas, que abastecia o estado do Espírito Santo e as regiões dos Vales do Aço e do Rio Doce. Os presos têm envolvimento com associação criminosa voltada ao tráfico de drogas, além de serem suspeitos por cometimento de outros crimes.

A ação dos policiais da FICCO resultou na apreensão de cerca de 56 quilos de pasta-base de cocaína, 500 gramas de crack, 130 quilos de produtos destinados ao refino da droga, além de inúmeros insumos e utensílios destinados ao preparo da droga. Junto com o material apreendido, a polícia também encontrou cerca de R$ 2 mil. De acordo com a Polícia Federal, os materiais apreendidos foram avaliados em quase R$ 2 milhões.

Um dos presos foi abordado com parte da droga, que estava camuflada na tampa traseira do veículo. A droga seria levada para cidades do Espírito Santo. A FICCO ainda representou por dois mandados de busca e apreensão, expedidos pelo Juiz de plantão de Mantena, que foram cumpridos em Governador Valadares no domingo, e na zona rural de Mathias Lobato, onde foi desmantelado um laboratório destinado à produção de drogas ilícitas.

Os presos foram autuados em flagrante na Delegacia Regional da Polícia Federal em Governador Valadares e posteriormente encaminhados para o Sistema Prisional de Minas Gerais, onde permanecerão à disposição da Justiça. A condução dos suspeitos presos seguiu todos os protocolos de cuidados do Ministério da Saúde em face da pandemia do novo coronavírus.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade