Publicidade

Estado de Minas Combate ao tráfico

Quase duas toneladas de maconha são incineradas no Vale do Jequitinhonha

Droga foi apreendida na sexta-feira perto de Diamantina e queimada nesta segunda, no alto-forno da Fábrica São Roberto, em Gouveia


27/07/2020 17:08 - atualizado 27/07/2020 18:03

Foram queimados 2.826 tabletes da da maconha apreendida perto de Diamantina(foto: PMMG/Divulgação)
Foram queimados 2.826 tabletes da da maconha apreendida perto de Diamantina (foto: PMMG/Divulgação)
Os 1.856 quilos de maconha, distribuídos em 2.826 tabletes da droga, apreendidos na sexta-feira (24), pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE), no quilômetro 583 da Rodovia MGC 367, próximo a Diamantina, foram incinerado na manhã desta segunda (27), no alto-forno da Fábrica São Roberto, em Gouveia.

Os policais, segundo o major Douglas, tiveram um grande trabalho para descarregar a carga e pesá-la. O segundo passo foi escolher um local seguro.

“A queima teria de ser feito num local seguro, para que não afetasse a população no entorno do local escolhido. A fumaça é tóxica e poderia causar transtornos. O local escolhido foi seguro e não causou problemas”, afirmou.

Segundo o policial, a apreensão da carga aconteceu durante uma fiscalização normal. “Os policiais desconfiaram da carreta e resolveram detê-la para fiscalizar a carga. A carreta estava pesada. E, para a nossa surpresa, a maconha estava escondida no meio da carga.”


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade