Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Coronavírus: João Monlevade começa flexibilização do comércio nesta terça-feira

Apesar de liberar atividades comerciais em tempo integral, estabelecimentos devem seguir normas sanitárias e de restrição


postado em 27/04/2020 16:50 / atualizado em 27/04/2020 19:18

A prefeita da cidade assinou o decreto no último sábado (foto: Reprodução Prefeitura de João Monlevade )
A prefeita da cidade assinou o decreto no último sábado (foto: Reprodução Prefeitura de João Monlevade )

Os estabelecimentos comerciais, industriais e serviços públicos poderão retomar as atividades em João Monlevade a partir desta terça-feira (28). A autorização foi divulgada no sábado (26) pela prefeita Simone Carvalho (PTB). Entretanto, o decreto afirma que poderá rever a flexibilização caso haja aumento no número de casos de coronavírus na cidadeBoates, academias, clubes, atividades poliesportivas e templos religiosos continuarão fechados.

 

Segundo o texto da prefeitura, os ambientes terão de limpar, a cada duas horas, o piso e objetos de uso coletivo (carrinhos, cestas, corrimãos e máquinas de cartão) com álcool ou solução sanitária. Os funcionários devem usar máscaras e estar separados dos compradores por "barreiras". Para completar, o consumo de alimentos dentro dos estabelecimentos está proibido, e os bebedouros, interditados.

Não há restrição para os horários de funcionamento dos estabelecimentos. As lojas poderão ser abertas a partir das 9h. Já padarias, farmácias e postos de combustíveis poderão abrir a qualquer hora. Descumprimento de normas do decreto pode implicar de multa à cassação de alvará de funcionamento.

 

A liberação prevê que salões de beleza, barbearias e escritórios de prestação de serviços podem voltar a funcionar desde que não provoquem aglomerações: “Desde que o atendimento se faça por agendamento prévio, por telefone, e não haja espera simultânea de clientes no estabelecimento ou fora dele”, detalha o decreto. Além disso, as cadeiras de atendimento devem estar a 2 metros de distância umas das outras.

 

Trailers, food-trucks e lanchonetes poderão trabalhar apenas para entrega dos alimentos, não sendo permitido o seu consumo no local. Bares e restaurantes no interior de hotéis e pousadas poderão manter o atendimento exclusivo para os  hóspedes, “sem prejuízo das medidas estabelecidas pelas autoridades em saúde de prevenção ao contágio e contenção de propagação de infecção viral relativa à COVID-19”.

 

NORMAS ESTADUAIS 


A flexibilização do comércio leva em consideração o Programa Minas Consciente – Retomando a economia do jeito certo, anunciado em 22 de abril pelo governo do estado. Esse programa busca orientar os municípios a fazer uma abertura comercial sem prejudicar a saúde da população. Pessoas do grupo de risco ou com sintomas gripais devem ficar em casa. 

Coronavírus

Nesta segunda-feira (27), a secretaria de Saúde de João Monlevade emitiu um boletim com os casos de COVID-19 na cidade. Segundo o informativo, a cidade tem 5 casos confirmados e 261 Síndromes Gripais com suspeitas de coronavírus. Além disso, são 20 Síndromes Respiratórias Aguda Graves (SRAG) suspeitas de COVID-19, sendo 16 dessas descartadas, 2 aguardando resultado de exame e 2 confirmados.

*Estagiária sob supervisão do subeditor Eduardo Murta


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade