Publicidade

Estado de Minas

Drones serão usados no combate à dengue em Belo Horizonte

Tecnologia permite mapear áreas de difícil acesso e combater criadouros do mosquito


17/04/2020 10:52 - atualizado 17/04/2020 15:05

(foto: Vale/Divulgação)
(foto: Vale/Divulgação)
A Prefeitura de Belo Horizonte e a mineradora Vale firmaram um termo de compromisso que viabilizará o uso de drones para combater a proliferação, na capital, do Aedes Aegypti, mosquito transmissor da dengue, zika e chikungunya. O início da ação, que deve durar 12 meses, está previsto para maio.


Assim como em Brumadinho, em BH uma empresa será contratada para realizar o serviço utilizando drones para mapear criadouros e lançar larvicidas em locais de difícil acesso como calhas, telhados, lajes e imóveis vazios.

Neste ano, Minas Gerais já registrou 46.681 casos prováveis de dengue. E quatro mortes em decorrência da doença.

A operação será fiscalizada e coordenada pela Secretaria Municipal de Saúde de Belo Horizonte, que utilizará o sistema de monitoramento via drones para localizar os focos e repassar as localizações para a Vigilância Epidemiológica. Em seguida, o larvicida será acoplado ao drone e lançado no local identificado.

O produto não contamina o meio ambiente, é recomendado pelo Ministério da Saúde e já é utilizado pela Secretaria Municipal de Saúde do município para controle de criadouros de dengue.

A ação não substitui as inspeções periódicas que cada morador deve realizar no interior dos imóveis.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade