Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Gerdau doa quase R$ 7 milhões a hospitais de Minas para combate ao coronavírus

Recursos deverão ser usados para ampliar e reequipar hospitais em Ouro Branco, Conselheiro Lafaiete e Divinópolis


postado em 09/04/2020 19:11 / atualizado em 09/04/2020 19:47

(foto: Divulgação)
(foto: Divulgação)

Os Hospitais São Camilo, de Conselheiro Lafaiete, Fundação Ouro Branco, em Ouro Branco, e São João de Deus, em Divinópolis, estão recebendo recursos financeiros doados pela Gerdau, gigante do setor siderúrgico.

O dinheiro vai viabilizar investimentos para melhorar a estrutura das três unidades e a capacidade de leitos, com o objetivo de colaborar no enfrentamento da COVID-19. O boletim mais recente da Secretaria de Estado da Saúde, divulgado na manhã desta quinta-feira (9), aponta que em Minas 15 pessoas já morreram infectadas pelo vírus, 655 casos de contaminação estão confirmados e há mais de 56 mil casos suspeitos da doença.

O Hospital São Camilo, de Conselheiro Lafaiete, na Região do Alto Paraopeba, está sendo reformado para quintuplicar o número de leitos. A unidade de saúde tem 12 e, em breve, contará com 60, destinados aos pacientes em tratamento da COVID-19.

Em Ouro Branco, na Região Central, o aporte foi direcionado ao Hospital Fundação Ouro Branco (FOB), que deve realizar melhorias e ampliação de leitos para atendimento a pacientes infectados. Até o fim de abril, a unidade deverá ter 25 leitos de internação exclusivos, sendo cinco deles de UTI. O apoio à FOB dobrou a quantidade de vagas disponíveis para o enfrentamento ao novo coronavírus.

Em Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, o recurso financeiro será para o Hospital São João de Deus, destinado à compra de insumos e equipamentos para o atendimento médico da população. A Gerdau ofereceu ainda uma ambulância da empresa para atendimento de urgência e emergência neste período mais crítico da crise de saúde e, além de ter apoiado com a sanitização e desinfecção das rampas de acesso do Hospital e Unidade Municipal de Pronto Atendimento (UPA).

“Sempre tivemos uma relação muito próxima com todas as comunidades onde atuamos e vimos mantendo o diálogo constante com os agentes de governo, lideranças comunitárias, dentre outras partes interessadas destas regiões, pois seguimos empenhados em contribuir com a sociedade mineira nesse momento tão desafiador", destaca Marcos Faraco, diretor executivo da Gerdau.


Doações de EPI e álcool em gel


Dentro da empresa, a Gerdau afirma seguir todas as orientações de prevenção contra o coronavírus divulgadas pelos órgãos de saúde competentes nos países em que opera. A companhia adotou protocolo com uma série de medidas para mitigar o risco de transmissão nos locais de trabalho, como a recomendação de trabalho em home office, o cancelamento de viagens nacionais e internacionais, triagem diária dos colaboradores que acessam a operação e adaptação e higienização de áreas comuns e estações de trabalho.

A empresa informou ainda que tem doado diversos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), como macacões, protetor facial, óculos de segurança, máscaras cirúrgicas e luvas às comunidades e prefeituras onde atua.

A Gerdau revelou também que, a exemplo de outras empresas no país, tem empreendido esforços na busca por alternativas para não colocar em risco a manutenção dos empregos e, consequentemente, o comprometimento da economia local. 

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia


Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

Especial: Tudo sobre o coronavírus 

Coronavírus: o que fazer com roupas, acessórios e sapatos ao voltar para casa

Coronavírus é pandemia. Entenda a origem desta palavra

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade