Publicidade

Estado de Minas

Mineiro que se mudou para aeroporto em Lisboa consegue voo para o Brasil

Pintor de 32 anos e outros brasileiros conseguiram vaga, apesar de vários cancelamentos devido às restrições ligadas ao coronavírus. Portugal tem quase 6 mil casos de COVID-19


postado em 29/03/2020 20:26

(foto: Arquivo Pessoal)
(foto: Arquivo Pessoal)
O drama do mineiro Gabriel Mendes, de 32 anos, que trabalhava como pintor em Lisboa, Portugal, está próximo de terminar. Depois de se mudar para o aeroporto da cidade, e ele conseguiu vaga num voo que saiu na noite de domingo (29/03) rumo ao Brasil. A expectativa é de que ele e outros brasileiros que agardavam embarque emergencial para fugir da quarentena por coronavírus na Europa cheguem a São Paulo na manhã desta segunda (30/03).

Na fila para o embarque, Gabriel comemorou: “Fiz certo em ter me mudado para o Aeroporto Humberto Delgado, em Lisboa, mesmo correndo risco, pois tive contato com várias pessoas no trajeto e também no aeroporto. Mas foi isso o que permitiu que estivesse, agora, retornando para o Brasil”, afirmou em recado enviado de dentro do avião.

A estratégia de Gabriel, de ir para o aeroporto e colocar o nome numa lista de passageiros com destino ao Brasil teve o respaldo da Embaixada brasileira em Portugal. “Quero chegar a São Paulo e ir para Belo Horizonte ainda nesta segunda. Chegar em minha casa”. A vaga no voo para o Brasil foi facilitada graças à união de outros brasileiros em um grupo de WhatsApp, que conseguiram organizar a viagem de volta.

Esperança na África do Sul

Brasileiros que estão retidos na África do Sul também tiveram uma boa notícia neste domingo. O governo brasileiro, por meio do Itamaraty, planeja organizar dois voos, um saindo de Johanesburgo e outro da Cidade do Cabo, na quarta-feira (1/04).



A notícia encheu de esperança mineiros que fazem parte do grupo. “Acho que vou dormir melhor hoje. Sem hora para acordar. Alivia um pouco a cabeça da gente. Mas vamos esperar que esse voo aconteça”, diz a advogada Marina Machado, que está com o noivo, Israel Catizani, na Cidade do Cabo.

A psicóloga Luciana Gaudio, que está em Johanesburgo, também festejou. “Não vejo a hora de ir embora, chegar em casa e encontrar meus filhos, Ian, de 10 anos e Luana, de 9.”

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia


Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

Especial: Tudo sobre o coronavírus 

Coronavírus: o que fazer com roupas, acessórios e sapatos ao voltar para casa

Coronavírus é pandemia. Entenda a origem desta palavra

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade