Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS EM MINAS

Coronavírus: Zema admite estudar a abertura de alguns setores do comércio em Minas

Governador afirmou que passará a analisar medida a partir da próxima semana e que tudo dependerá do número de casos da COVID-19


postado em 27/03/2020 18:17 / atualizado em 27/03/2020 22:47

Zema admite avaliar a abertura de alguns setores do comércio(foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)
Zema admite avaliar a abertura de alguns setores do comércio (foto: Edésio Ferreira/EM/D.A Press)
O governador Romeu Zema (Novo) admitiu, nesta sexta-feira (27), que passará a estudar na próxima semana a abertura de alguns setores do comércio. Zema afirmou que está otimista na reativação de algumas áreas, mas condicionou a ação aos números de casos do novo coronavírus (COVID-19) no estado.

“Na próxima semana iniciaremos um estudo para ver o que é possível fazer para reativar alguns setores. Isso será feito com muito critério, estando sujeito a ser desfeito se os índices de infectados do coronavírus estiver aumentando. Será algo condicional. Estamos otimistas para liberar algumas atividades em algumas regiões do estado”, ressaltou o governador.

Zema disse que Minas está tendo um ‘custo social enorme com o isolamento e a suspensão de vários ramos do comércio’, mas enfatizou que a preservação da vida é prioridade neste momento. O governador declarou que não é justo todo o estado ficar parado recebendo o mesmo tratamento com ordens de estabelecimentos fechados.

“Minas é muito grande. O coronavírus se espalhou de forma desigual no estado, não seria justo dar o mesmo tratamento a todas as cidades”, afirmou.

O governador disse que o estudo para reabrir alguns setores do comércio passará por crivo da Secretaria Estadual de Saúde (SES-MG) e prefeitos das cidades envolvidas. Zema também declarou que sindicatos dos trabalhadores e patronais terão que conversar para acordar medidas de segurança para os funcionários que voltarem aos seus postos.
 
"Nós estariamos saindo de um isolamento para uma situação de distanciamento. Os comercios que vierem a funcionar, vamos exigir uma distancia entre as pessoas nos locais", concluiu.

A SES investiga 28 mortes pelo novo coronavírus no estado. O número de infectados saltou para 189 nesta sexta-feira (27)- 36 novos casos em apenas 24 horas.

Protesto na Cidade Administrativa

O anúncio de Romeu Zema acontece em um dia marcado pelo protesto de vários comerciantes na porta da Cidade Administrativa. Na manhã desta sexta, proprietários de estabelecimentos fizeram uma carreata até a sede do governo estadual para pedir a reabertura dos negócios. Uma portaria estabelece o funcionamento de serviços essenciais, como supermercados e farmácias.

Além da Cidade Administrativa, a porta da Prefeitura de Belo Horizonte foi alvo dos manifestantes, uma vez que o prefeito Alexandre Kalil (PSD) impôs medidas restritivas ao comércio a fim de conter o avanço do coronavírus.
 

O que é o coronavírus?

Coronavírus são uma grande família de vírus que causam infecções respiratórias. O novo agente do coronavírus (COVID-19) foi descoberto em dezembro de 2019, na China. A doença pode causar infecções com sintomas inicialmente semelhantes aos resfriados ou gripes leves, mas com risco de se agravarem, podendo resultar em morte.

Como a COVID-19 é transmitida?

A transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo, como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

Como se prevenir?

A recomendação é evitar aglomerações, ficar longe de quem apresenta sintomas de infecção respiratória, lavar as mãos com frequência, tossir com o antebraço em frente à boca e frequentemente fazer o uso de água e sabão para lavar as mãos ou álcool em gel após ter contato com superfícies e pessoas. Em casa, tome cuidados extras contra a COVID-19.

Quais os sintomas do coronavírus?

Confira os principais sintomas das pessoas infectadas pela COVID-19:

  • Febre
  • Tosse
  • Falta de ar e dificuldade para respirar
  • Problemas gástricos
  • Diarreia


Em casos graves, as vítimas apresentam:

  • Pneumonia
  • Síndrome respiratória aguda severa
  • Insuficiência renal

Mitos e verdades sobre o vírus

Nas redes sociais, a propagação da COVID-19 espalhou também boatos sobre como o coronavírus é transmitido. E outras dúvidas foram surgindo: O álcool em gel é capaz de matar o vírus? O coronavírus é letal em um nível preocupante? Uma pessoa infectada pode contaminar várias outras? A epidemia vai matar milhares de brasileiros, pois o SUS não teria condições de atender a todos? Fizemos uma reportagem com um médico especialista em infectologia e ele explica todos os mitos e verdades sobre o coronavírus.

Para saber mais sobre o coronavírus, leia também:

Especial: Tudo sobre o coronavírus 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade