Publicidade

Estado de Minas

Homem tenta matar ex com faca peixeira no Vale do Aço

Motivação foi o fim do relacionamento entre os dois, segundo a polícia. Autor também atacou a irmã da ex-mulher, que tentou proteger a alvo dos ataques


postado em 23/05/2019 22:09

O machismo fez mais uma vítima em Minas Gerais. Desta vez, um homem de 32 anos tentou matar a ex-companheira, de 24, com uma faca tipo peixeira em Timóteo, na Região do Vale do Aço. A irmã dela, 36, também foi ferida. O crime aconteceu na manhã desta quinta-feira (23).


De acordo com a polícia, uma viatura fazia o patrulhamento do Bairro Novo Tempo. Neste momento, os militares avistaram o autor correndo pela rua com várias pessoas apontando para ele.


Imediatamente, segundo a corporação, a detenção foi feita. Logo após a prisão, os militares se depararam com as duas mulheres feridas. A ex-mulher informou que o relacionamento com o autor passou por momentos difíceis, com muitas brigas, o que a motivou terminar o casamento.


Não satisfeito com o desejo da jovem, o homem foi até a casa dela na manhã desta quinta armado com a faca, segundo relatos da vítima. Ao perceber que seria alvo dos ataques, ela tentou correr, contudo foi atingida no antebraço direito, no peito e no lado esquerdo do tórax. Foram quatro ferimentos no total.


Segundo a corporação, a irmã dela, ao escutar os pedidos de socorro, tentou impedir a ação do ex-cunhado. Ela também sofreu um ferimento na perna esquerda.


Como as duas gritavam muito, populares chegaram à casa da família para intervir a favor das mulheres. Eles entraram em luta corporal com o autor, que sofreu um corte no supercílio esquerdo, conforme o Boletim de Ocorrência.


Ainda de acordo com o documento produzido pela polícia, o homem tentava fugir do local quando foi preso. Ele recebeu atendimento médico em razão do corte sofrido e depois foi encaminhado a uma delegacia próxima. A Polícia Civil também ficou com a faca apreendida, que tem cerca de 15 centímetros de lâmina.


As vítimas foram socorridas para um hospital de Timóteo. A jovem ainda está internada, enquanto a irmã dela já foi liberada.


Publicidade