Publicidade

Estado de Minas

Feminicídio: mulher é esfaqueada por companheiro em Ribeirão das Neves

David Júnior Batista Mendes foi preso pela Polícia Militar depois de esfaquear a companheira Sônia Miranda Saraiva, que foi levada em estado grave para UPA Justinópolis


postado em 05/05/2019 15:30 / atualizado em 05/05/2019 16:13

(foto: Congresso em Foco/Reprodução)
(foto: Congresso em Foco/Reprodução)
David Júnior Batista Mendes, de 31 anos, foi preso pela Polícia Militar depois de esfaquear a companheira Sônia Miranda Saraiva,  de 31, que foi levada em estado grave para UPA Justinópolis. A tentativa de homicídio ocorreun  no Beco Belo Horizonte, no Bairro  Lídice, em Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.
 
O atentado contra Sônia ocorreu na manhã de domingo, por volta das 11h e engrossa as estatísticas de violência contra a mulher em Minas. A cada dois dias, uma mulher foi morta em Minas Gerais nem 2018, o que corresponde a uma alta de 13% desde 2016.  
 
O agressor alegou à Polícia Militar que reagiu aos ataques da mulher. Ele alega que teria tomadao a faca da mão de Sônia que tentava agredi-lo. No entanto, o agressor foi encontrado com cortes superficiais na mão e na perna direita, que podem ter sido causados por queda quando ele fugia.  Sônia, no entanto, foi levado com diversos cortes para a UPA Justinópolis  e estava em estado grave.
 
Quando foi abordado por Militares do 49º BPM David resistiu à prisão, sendo necessário o uso de força para contê-lo. Ele foi preso em flagrante, foi levado à UPA Justinópolis e depois seguiu para a Delegacia de Polícia em Ribeirão das Neves, onde a ocorrência foi registrada.  A perícia foi acionada para recolher a arma do crime que está no local. Ocorrência em andamento.
 


Publicidade