UAI
Publicidade

Estado de Minas VÍTIMAS DE GOLPE

Receita Federal alerta sobre golpe do CPF no Sul de Minas

Vítimas contaram que pagaram R$ 275 por regularização do documento em sites; serviço é gratuito e ofertado no site da Receita


20/06/2022 19:15 - atualizado 20/06/2022 19:25

Prédio com a logomarca da Receita Federal
Receita emitiu alerta para população sul-mineira sobre recorrentes golpes de regularização do CPF (foto: Agência Brasil/Reprodução)
A receita Federal alerta para o aumento no número de vítimas que caem no no golpe da regularização do CPF. O serviço é oferecido somente pelo órgão e de forma gratuita. Moradores de cidades do Sul de Minas que denunciaram o golpe pagaram taxas de R$ 275 pela regularização do documento “em sites que imitam a página da Receita Federal e não concluem o serviço”, explica a RF.
 
Para fugir desse tipo de golpe o indicado é não clicar em links suspeitos que geralmente são compartilhados em redes sociais. Ao usar navegadores ou sites de busca o indicado é acessar apenas link de site oficial, da instituição que realiza o serviço, nesse caso o da Receita Federal.
 
A Receita Federal “alerta que os cidadãos não devem disponibilizar seus dados pessoais em outros sites que oferecem o serviço, pois há risco de fraudes”.

A pessoa vai pagar uma taxa pelo serviço que pode ser solicitado gratuitamente e ainda pode ser vítima de fraude. Entre os riscos podem estar também a exposição ou até o uso dos dados pessoais da vítima.

Como solicitar serviços do CPF

A alteração e regularização do CPF devem ser feitas apenas pelo site oficial, neste link .

O procedimento é gratuito e também pode ser feito presencialmente nas agências e postos de atendimento da Receita Federal.

No Sul de Minas há Postos de Atendimento Virtual (PAV) em dezenas de municípios que ofertam esses serviços gratuitamente. Agências dos Correios, Banco do Brasil e Caixa também fazem os serviços de alteração e regularização. A diferença é que nestes locais há taxa, de R$ 7.
 
Quando o contribuinte é citado com o CPF como “pendente de regularização”, é preciso “apresentar declaração de Imposto de Renda dos anos a que estiver obrigado e pagar a multa correspondente via Darf (Documento de Arrecadação de Receitas Federais). A multa só é emitida após a entrega da declaração”, explica a Receita Federal.
 
O prazo para alterações e regularizações de CPF “é de até 72 horas para atualização “nos sistemas da Caixa Econômica Federal, para fins de solicitação do Auxílio Emergencial”, esclarece a RF.
 

Para se inscrever no CPF


O CPF é um documento com numeração única para toda a vida e que pode ser feito para pessoas de qualquer faixa etária. Para fazer o pedido basta acessar este link e preencher o formulário on-line.
 
Para o cadastro é preciso ter documento de identificação oficial com foto, certidão de nascimento ou de casamento (quando no documento de identificação não constar naturalidade, filiação e data de nascimento) e para quem tem entre 18 e 70 anos é preciso o título de eleitor ou comprovante de alistamento eleitoral. Para quem tem menos de 18 anos é necessário seguir as demais regras informadas no site da Receita Federal.
 
Nayara Andery, especial ao EM


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade