UAI
Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Guedes sobre servidores: 'Qual o sentido de pedir reajuste agora?'

De acordo com o ministro, não faz sentido pedir reajustes em meio ao avanço da pandemia de COVID no Brasil devido à variante Ômicron


28/01/2022 17:16 - atualizado 28/01/2022 17:37

Ministro Paulo Guedes gesticula ao falar
Ministro Paulo Guedes (foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)
O ministro da Economia, Paulo Guedes, criticou, nesta sexta-feira (28/1), os servidores públicos por reivindicarem reajuste de salário. Segundo ele, não faz sentido pedir aumento salarial num momento em que há avanço da pandemia de COVID no Brasil devido à variante Ômicron.

A pressão por reajuste começou depois que o presidente Jair Bolsonaro (PL) anunciou que daria aumentos apenas para a 
Polícia Federal, a Polícia Rodoviária Federal e o Departamento Penitenciário Nacional.
“Qual o sentido de pedir reajuste de salário, mesmo agora, quando temos essa crise ainda conosco, nessa variante Ômicron? Temos que ter cuidado com os salários. Porque estamos ainda em guerra, e temos que pagar pela nossa guerra”, disse Guedes. “Nós temos que pagar, em vez de empurrar os custos para as futuras gerações”, afirmou.

As declarações foram feitas durante cerimônia de anúncio do resultado das contas públicas em 2021, que fecharam o ano no menor rombo desde 2014.

De acordo com Guedes, mesmo com os pedidos de reajustes feitos por diversas categorias nas últimas semanas, não deve haver aumentos de salários enquanto durar a pandemia.

“Essa geração pagou pela guerra em um ano e meio. Se precisamos de recursos para a saúde, damos recursos para a saúde, mas não quer dizer que tenha que dar aumento de salário para todo mundo em meio a uma crise de saúde”, disse.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade