UAI
Publicidade

Estado de Minas ESPERANÇA DE RECUPERAÇÃO

Comércio sorteia até carro e celulares para reaquecer venda de Natal

Combinação entre avanço da vacinação e retomada das festas familiares entusiasma o comércio, que aposta em incentivos para os consumidores


24/11/2021 20:55 - atualizado 24/11/2021 21:17

Loja de brinquedos em Divinópolis
Esta loja de brinquedos em Divinópolis espera aumento de 20% nas vendas (foto: CDL/Divulgação)
O retorno das festas natalinas deverá beneficiar o comércio que tem amargado a queda das vendas desde o início da pandemia da COVID-19. Na esteira das projeções da Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL), Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas, se prepara para o reaquecimento do varejo. 

Para estimular ainda mais a venda, a Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Divinópolis tem apostado em ações. Uma delas é a campanha que inclui sorteio de carro, televisores, celulares e vale-compras. 

Para fazer com que os consumidores saiam de casa, a entidade também vai decorar uma das praças centrais da cidade. “A população está esperando por este clima natalino”, destaca o diretor administrativo da CDL Divinópolis, Kildare Araújo Morato. A inauguração será nesta sexta-feira (26/11), às 19h.
 

Expectativa em alta 


A aposta é um reforço que se soma a outros dois fatores que devem impactar positivamente no comércio: avanço da vacinação e retomada das festas familiares.

“Poderemos encontrar os familiares, o que não podíamos no ano passado. Isso traz a necessidade de presentear e vai trazer alívio para a economia”, comentou.
 
Roupas expostas em loja de Divinópolis
As roupas deverão ser as principais compras dos consumidores (foto: CDL/Divulgação)

O levantamento da CNDL aponta que 123,7 milhões de pessoas devem ir às compras de presentes de Natal, com potencial para injetar aproximadamente R$ 68,4 bilhões na economia. 

Na mesma linha, com as devidas proporções, a CDL Divinópolis espera crescimento nas vendas. Sem um índice oficial, o diretor administrativo se arrisca a projetar aumento de 30% em relação ao ano passado.

“Com o avanço da vacinação, com os indicadores estáveis, as empresas estão contratando muito. Em setembro, Divinópolis fechou com 501 postos como saldo positivo. Isso sinaliza que teremos um Natal com mais movimento”, analisa.

Estima-se que cada consumidor, disposto a gastar, deverá desembolar em média R$ 123 por item para presentear cerca de quatro pessoas. Na lista de presentes devem se destacar roupas (61%), brinquedos (37%), perfumes/cosméticos (36%), calçados (36%) e acessórios (24%). 

Dona de uma loja de brinquedos, Juliana Silva Alves mescla o entusiasmo com a cautela - apesar das projeções positivas. “Natal é sempre uma data importante para as crianças. Acreditamos que o valor da compra será menor, mas com bastante volume”, diz. Ela prevê um aumento de 20% em relação ao restante do ano para manter, no mínimo, o resultado do ano anterior.
 

Consumidor


Cautela também define o comportamento do consumidor divinopolitano identificado pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas Econômico Sociais (Nepes), do Centro Universitário UNA, em um levantamento realizado no último sábado (20/11). 

O boletim divulgado hoje aponta que 59% dos entrevistados disseram que devem gastar somente com o necessário e indispensável, 13% afirmaram que farão as compras normalmente e 28% que não pretendem gastar nada.

“A causa para esta preocupação e expectativa de gastar o mínimo possível, comprando somente o necessário, deve-se em boa medida à alta dos preços. É perceptível que o consumidor está cada dia mais assustado e sentindo na pele o preço que os produtos se encontram”, afirma o professor universitário e coordenador do Nepes, Wagner Almeida.

A pesquisa também mostra que os consumidores devem reservar R$ 300 para presentes de Natal em Divinópolis. “A tendência é que este consumidor pesquise mais, selecione as pessoas as quais vão presentear e, principalmente, busque por ofertas e produtos de menor preço”, analisa. 


Natal antecipado


Embora as projeções positivas sejam para o Natal, a mudança de comportamento do consumidor poderá refletir na antecipação. “Acredito que a Black Friday será muito forte antecipando boa parte da compra desses presentes”, afirma Morato. Pesquisa da CNDL apontou que 52% dos consumidores pretendem fazer algum tipo de compra nesta sexta-feira (26/11).

A partir do dia 9 de dezembro, o comércio de Divinópolis adotará horário especial. Ele pode ser acompanhado pelo site da CDL.

*Amanda Quintiliano especial para o EM


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade