UAI
Publicidade

Estado de Minas DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Empresa de alimentos promete gerar 300 empregos em Ouro Preto com fábrica

Prefeitura concede galpão para empresa, vencedora de processo licitatório, e diz que movimento é ponto de partida para diversificar setores na cidade


06/10/2021 20:44 - atualizado 07/10/2021 16:57

galpão do Distrito Industrial onde GSA Alimentos vai instalar uma fábrica em Ouro Preto
A futura fábrica é a primeira construção do lote do Distrito Industrial, que tem uma área de 45.013,35 m² (foto: Prefeitura de Ouro Preto/Divulgação)
Com a promessa de gerar 300 novos empregos, a empresa GSA Alimentos vai instalar uma fábrica de suplementos alimentares em um galpão de 2.031m² da prefeitura de Ouro Preto, na Região Central de Minas. O prefeito da cidade, Angelo Oswaldo, anunciou nessa segunda-feira (4/10) a vencedora de licitação que deu tal concessão, de uso não remunerado, e com encargos.
 
A futura fábrica é a primeira construção do lote do Distrito Industrial, que tem uma área de 45.013,35 m² e que, segundo o prefeito, vai se transformar em um polo industrial no distrito de Cachoeira do Campo.
 
“Ouro Preto é uma cidade que vive da mineração e do turismo e agora vamos trazer empresas para a tão sonhada diversificação da economia da cidade. E o Distrito Industrial será efetivamente um polo gerador de emprego e renda”.
 
De acordo o prefeito, o processo licitatório foi aberto após encontrar irregularidades na gestão anterior, que cedeu a outra empresa a concessão da área para instalação de um empreendimento que geraria cerca de 20 postos de trabalho.
 
“Conseguimos reverter a concessão, recuperar o imóvel por meio da Câmara Municipal de Ouro Preto, que desfez a lei que doava o terreno a outra empresa. Aí iniciamos a licitação com todos os requisitos legais”.
 

Disputa 

 
O superintendente de Desenvolvimento Econômico de Ouro Preto, Samuel Sabino Freitas, conta que a licitação teve início em maio de 2021 e participaram do edital três empresas, que disputaram nos critérios de número de empregos que seriam gerados, potencial poluidor e robustez da empresa, como o capital social e o tempo de existência.
 
“A GSA alimentos alcançou pontuação máxima em quatro dos cinco quesitos de avaliação, vencendo o certame no dia 04 de outubro”.
 
Segundo o superintendente, o edital faz parte de programa da prefeitura, conhecido com Plano de Desenvolvimento Econômico do Município de Ouro Preto, que envolve várias secretarias da gestão e visa atrair empresas para a cidade. A prefeitura pretende gerar mil empregos na cidade até o final de 2023.
 



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade