Publicidade

Estado de Minas DIA DOS PAIS

Dia dos Pais: metade dos comerciantes de BH esperam crescimento nas vendas

Volta do pagamento do funcionalismo público mineiro no 5º dia útil contribui para aumento nas compras, afirma CDL/BH


04/08/2021 18:17 - atualizado 04/08/2021 21:10

Movimentação das lojas deve garantir faturamento 1,76% maior que agosto de 2020(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press.)
Movimentação das lojas deve garantir faturamento 1,76% maior que agosto de 2020 (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press.)
Os comerciantes de Belo Horizonte estão esperançosos com o Dia dos Pais. A expectativa é de crescimento nas vendas de metade dos lojistas entrevistados em uma pesquisa da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL/BH). Um dos números que anima o comércio é que 50% dos consumidores também afirmaram que farão compras para presentear no dia 8 de agosto.
 
A CDL/BH ouviu 301 lojistas e 300 consumidores no mês de julho para realizar a pesquisa. Em ambos os grupos, metade dos entrevistados vê um cenário positivo na celebração. Para os comerciantes, 50,1% acreditam que terão crescimento. Por isso, alguns se programaram para aumentar o estoque (28,9%).
 
Já 50% os consumidores afirmaram que vão presentar no Dia dos Pais. Em média, os filhos pretendem gastar R$ 96,56 com a celebração, sendo as roupas a principal opção (56,8%). Os cosméticos ocupam o segundo lugar, com 15,1% e calçados com 14,4% na intenção de compra. Outros 18,7% ainda não decidiram o presente.
 
As roupas apresentam tíquete médio de R$ 98,40. Os cosméticos, R$ 115,48 e os calçados, R$ 125. Para os que pretendem aumentar valor gasto, as principais justificativas são que os presentes estão com maior valor (56%), estão com renda extra (12%) ou conseguiram um emprego novo (8%).
 
Entre os empresários entrevistados, a projeção é de R$ 123,31 no tíquete médio, com um produto por cliente. Os acessórios lideram a intenção de vendas, com 23,9%. Em seguida aparecem roupas (21,3%), itens de decoração (15,6%) e utensílios domésticos - canecas personalizadas, taças (13,6%).

Pagamento em dia 

Nessa terça-feira (3/8) o governador Romeu Zema anunciou o pagamento do funcionalismo público no 5º dia útil do mês, pela primeira vez depois de cinco anos. "O retorno do pagamento em dia de todo o funcionalismo público estadual certamente terá reflexos positivos na venda do Dia dos Pais", afirma o presidente da CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva. 
 
Segundo a entidade, o mês de agosto deve movimentar cerca de R$ 1,71 bilhão na economia de BH, o que representa 1,76% a mais em relação à mesma época de 2020. Para Marcelo, o pagamento em dia também terá reflexo nas outras datas comemorativas do segundo semestre, como Dia das Crianças, Black Friday e Natal.
 
"Recebendo o salário integral em dia, as pessoas poderão se programar melhor para realizar as compras", disse.

Estratégias de venda

A internet é a aposta nas divulgações dos produtos. Os comerciantes vão investir no alcance das redes sociais, especialmente o Instagram (69,8%). Apesar disso, o uso de cartazes e vitrines, ainda seguem como opção para 31,9% dos entrevistados.
 
Mesmo com a opção online, grande maioria dos lojistas (94,4%) acredita que os consumidores preferem ir ao estabelecimento físico e realizar as compras. 
 
"O poder das redes sociais e do e-commerce é inegável. Por meio deles, muitos empresários conseguiram sobreviver e também estreitar o relacionamento com sua clientela. Mas, não podemos esquecer que somos seres sociáveis, por isso, as lojas físicas ainda detêm uma grande força", finaliza Marcelo de Souza e Silva. 
 
*Estagiária sob supervisão do subeditor João Renato Faria


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade