Publicidade

Estado de Minas PAGAMENTO

Copasa prorroga campanha de renegociação de dívidas até 10 de julho

Clientes beneficiários da tarifa social e da categoria comercial podem pagar suas contas atrasadas parceladamente em até 24 vezes


11/06/2021 18:42 - atualizado 11/06/2021 19:30

Durante a pandemia, a Copasa suspendeu os cortes de água de clientes do Tarifa Social(foto: Pixabay/ Reprodução)
Durante a pandemia, a Copasa suspendeu os cortes de água de clientes do Tarifa Social (foto: Pixabay/ Reprodução)
Os clientes em débito com a Copasa podem renegociar suas dívidas até o próximo dia 10 de julho. O cliente beneficiário da tarifa social e da categoria comercial podem pagar suas contas atrasadas parceladamente sem entrada e sem a cobrança de juros e multas, em até 24 vezes. A prorrogação foi anunciada nesta sexta-feira (11/6).

Segundo a companhia, o cliente da Tarifa Social pode, também, dividir as faturas atrasadas em até 36 meses, com entrada de 5% ou o valor de uma fatura média dos últimos 12 meses, o que for menor.

Para conseguir o benefício da Tarifa Social é necessário estar cadastrado no CadÚnico, do Governo Federal, e fazer o cadastro pelo site da Copasa.

Ao ser aprovado no CadÚnico, a pessoa terá direito à Tarifa Social, um benefício para as famílias de baixa renda que reduz em até 40% as faturas dos serviços de água e esgoto. Sobre Tarifa Social e Comercial Para ter direito ao benefício da Tarifa Social, a renda por pessoa da família não deve ultrapassar R$ 362,00.

Se o interessado está dentro do critério de renda, mas não pertence ao CadÚnico e nem possui o benefício, é necessário ir à prefeitura de seu município para fazer o cadastro. Depois, o cliente se inscrever na Tarifa Social no site da Copasa.

 Já as condições para os empresários cadastrados na categoria comercial têm o objetivo de assegurar opções de pagamentos dos débitos e permitir que os comércios que estão inadimplentes com a empresa possam regularizar a sua situação para manter ou reestabelecer o fornecimento de água.

Essa opção de parcelamento, em 12 vezes sem juros e sem entrada, também foi prorrogada até o dia 10 de julho. Segundo a Copasa, o cliente cadastrado na tarifa comercial poderá, também, optar por ter a dívida parcelada em 24 vezes, porém, com entrada de 5% e cobrança de juros.

Ainda de acordo com a Copasa, para as demais categorias (residencial, industrial e pública) a campanha de renegociação de dívidas prevê entrada é de 5% do total do débito ou a média dos últimos 12 meses, e o restante parcelado em até 24 parcelas, com juros.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade