Publicidade

Estado de Minas Pandemia

Auxílio Emergencial: Caixa paga primeira parcela a nascidos em fevereiro

O pagamento do benefício nesta sexta-feira (9/4) contempla os beneficiários fora do Bolsa-Família, totalizando um valor de cerca de R$ 450 milhões


09/04/2021 07:52 - atualizado 09/04/2021 08:44

(foto: Flickr)
(foto: Flickr)

Após quatro meses de interrupção, o governo do presidente Jair Bolsonaro retomou na terça-feira (6/04) o pagamento do auxílio emergencial para quem não tem recursos para sobreviver nessa pandemia do novo coronavíruis.

Nesta sexta-feira (9/4), a Caixa realiza pagamentos do auxílio emergencial 2021 para os beneficiários nascidos em fevereiro, que irão receber os recursos nas contas Poupanças Sociais Digitais referentes à primeira parcela do programa.

(foto: Reprodução/Caixa)
(foto: Reprodução/Caixa)

A data é  exclusiva para beneficiários fora do Bolsa-Família. Segundo o Ministério da Cidadania, 2,17 milhões de pessoas receberão nesta sexta-feira (9/4), totalizando cerca de R$ 450 milhões.

Para quem é atendido pelo programa Bolsa-Família, os pagamentos começam em 16 de abril e seguem de acordo com o número do benefício.

Também a partir desta data, os valores já podem ser movimentados pelo aplicativo CAIXA Tem para pagamento de boletos, compras na internet e pelas maquininhas em mais de um milhão de estabelecimentos comerciais.



No domingo (11/4), será a vez de outros 2,45 milhões de beneficiários aniversariantes em março, num repasse superior a R$ 511 milhões.
 
Atendimento ao cidadão
 
A central telefônica 111 da CAIXA funciona de segunda a domingo, 24h por dia, e está pronta para atender os beneficiários do Auxílio Emergencial. Além disso, o banco ainda disponibiliza o site auxilio.caixa.gov.br.

Pelas regras estabelecidas pela Medida Provisória 1.039/2021, o Auxílio será pago às famílias com renda mensal total de até três salários mínimos, desde que a renda por pessoa seja inferior a meio salário mínimo.

É necessário que o beneficiário já tenha sido considerado elegível até o mês de dezembro de 2020, pois não há nova fase de inscrições. Para quem recebe o Bolsa Família, continua valendo a regra do valor mais vantajoso. O beneficiário recebe o maior valor, seja a parcela paga no programa, seja a do Auxílio Emergencial.

O valor médio do benefício será de R$ 250, variando de R$ 150 a R$ 375, a depender do perfil do beneficiário e da composição de cada família.

•    As famílias, em geral, recebem R$ 250;
•    A família monoparental, chefiada por uma mulher, recebe R$ 375;
•    Pessoas que moram sozinhas recebem R$ 150.

Saques e transferências para quem recebe o crédito nesta sexta-feira (9/4) serão liberados a partir do dia 6 de maio.

CAIXA Tem
 
A conta Poupança Social Digital é uma poupança simplificada, sem tarifas de manutenção, com limite mensal de movimentação de R$ 5 mil. A movimentação do valor dos benefícios pode ser realizada por meio digital com o uso do App CAIXA Tem. Cerca de 75% das movimentações das contas Poupanças Sociais Digitais são feitas de maneira digital, por meio do CAIXA Tem.

Pelo aplicativo, é possível realizar compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos com o cartão de débito virtual e QR Code.

O beneficiário também pode pagar contas de água, luz, telefone, gás e boletos em geral pelo próprio aplicativo ou nas casas lotéricas pela opção “Pagar na Lotérica”.

A partir da data de disponibilização dos recursos para saque ou transferência, também de acordo com o mês de nascimento, os beneficiários poderão transferir os recursos para contas em qualquer banco, sem custo, ou realizar o saque em terminais de autoatendimento e casas lotéricas.
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade