Publicidade

Estado de Minas RETOMADA AÉREA

Aeroporto de Confins deve receber mais de 1 mi de pessoas na alta temporada

Terminal recebeu adição de mercados novos e reabertura de outros destinos durante os últimos dias


16/12/2020 21:50 - atualizado 16/12/2020 23:22

Aeroporto Internacional de BH deve receber mais de 1,3 milhão de passageiros até o fim de janeiro(foto: Matheus Adler/EM/D.A Press)
Aeroporto Internacional de BH deve receber mais de 1,3 milhão de passageiros até o fim de janeiro (foto: Matheus Adler/EM/D.A Press)
A retomada do setor aéreo no Brasil está ganhando cada vez mais forma. O Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, na Região Metropolitana de BH, por exemplo, estima receber mais de 1,3 milhão de passageiros durante a alta temporada, período compreendido entre 1º de dezembro e 31 de janeiro. O número de pessoas se deve, principalmente, pela adição de mercados novos e a reabertura de outros destinos.

No dia 6 de dezembro, por exemplo, a Copa Airlines voltou a marcar presença no Aeroporto Internacional. A companhia aérea liga Belo Horizonte ao Panamá, na América Central. São três voos por semana. Com o retorno da base da empresa, o terminal já está recebendo todas as operadoras estrangeiras que faziam parte da rotina do espaço antes da pandemia.

“O intuito é atender os passageiros que desejam viajar para América do Norte, América Central e Caribe, por meio de uma rápida conexão na cidade do Panamá. Com a retomada da Copa, chegamos a 100% da retomada das empresas estrangeiras que operavam antes da COVID-19 no Aeroporto Internacional de Belo Horizonte. Uma ótima notícia para os mineiros”, disse Clayton Begido, gestor de Conectividade e Aviação da BH Airport, concessionária que administra o aeroporto.

Mas como algumas fronteiras internacionais estão fechadas, destinos brasileiros devem ganhar força durante a alta temporada. Litorais do Nordeste e Sudeste, por exemplo, tendem a ser as principais opções dos passageiros. Atualmente, o aeroporto opera conectando 36 destinos, mas chegará a 37 em janeiro com o acréscimo de seis voos semanais para Aracaju. Os voos serão realizados pela Azul Linhas Aéreas.

Neste mês, seis novos mercados foram adicionados no aeroporto. Desde o dia 14 de dezembro, por exemplo, voos para Cabo Frio voltaram a ser operados, com 14 ligações semanais. Estão previstas, também, operações adicionais para Foz do Iguaçu e João Pessoa, que terão um voo semanal a partir de sábado (19/12).

Além disso, haverá, a partir desta quinta-feira (17/12), a estreia das operações regulares da Azul Conecta - braço regional da Azul - até o fim de janeiro de 2021. A empresa fará a ligação entre Belo Horizonte e Búzios, com nove voos semanais, além de Guarapari, com sete voos semanais. Os dois destinos são bastante procurados pelos mineiros durante o verão.

A Gol Linhas Aéreas, por sua vez, terá voos extras para Fortaleza e Porto Seguro a partir de sexta-feira (18/12) até o fim de janeiro. São operações com sete voos semanais para cada destino.

Antes da pandemia, cerca de 30 mil pessoas circulavam diariamente pelo Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, em Confins, e em torno de 300 voos eram operados por dia entre pousos e decolagens. Eram oferecidos voos para 45 destinos, sendo cinco internacionais (Orlando, Fort Lauderdale, Buenos Aires, Panamá e Portugal).

Movimentação


A BH Airport estima que mais de 600 mil pessoas devem passar pelo aeroporto em dezembro. Os picos de movimentação devem acontecer no fim desta semana, uma vez que ela antecede o Natal. São esperados cerca de 23 mil passageiros por dia. Já na véspera da data comemorativa, entre os dias 22 e 23 de dezembro, outras 23 mil pessoas devem passar pelo terminal.

Para o Réveillon, o fluxo deve ser intenso, com movimentação de cerca de 130 mil pessoas entre 23 e 29 de dezembro e em torno de 140 mil passageiros de 30 a 5 de janeiro de 2021.

Já em janeiro, esses picos estão previstos para a primeira quinzena, nos dias 7, 12 e 14, com previsão de fluxo em torno de 25 mil passageiros por dia. Na segunda quinzena, os picos devem ocorrer em 18, 21 e 28 de janeiro, com expectativa também na casa dos 25 mil passageiros.

Ainda de acordo com a BH Airport, há dispensers de álcool em gel em todo o aeroporto, além de barreiras de proteção nos locais de atendimento aos usuários e adesivos informativos para piso, assentos, elevadores e banheiros, como forma de prevenção da COVID-19. A concessionária informou que a limpeza e desinfecção das áreas comuns do terminal foi reforçada, especialmente dos banheiros.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade