Publicidade

Estado de Minas RETOMADA

Montadora de caminhões volta a contratar em Sete Lagoas

Iveco anuncia a contratação de 272 trabalhadores temporários após meses de trabalho em turno único de produção


20/10/2020 17:52 - atualizado 20/10/2020 18:01

A fábrica de Sete Lagoas atualmente tem 1,7 mil funcionários e irá receber o reforço de 272 novos trabalhadores por seis meses(foto: CNH Industrial/Divulgação)
A fábrica de Sete Lagoas atualmente tem 1,7 mil funcionários e irá receber o reforço de 272 novos trabalhadores por seis meses (foto: CNH Industrial/Divulgação)
Alguns setores estão tentando retomar suas atividades após meses de paralisação em razão da pandemia de COVID-19. Em Sete Lagoas, cidade da Região Metropolitana de Belo Horizonte, a montadora de caminhões Iveco acaba de contratar 272 trabalhadores temporários para reforçar a produção.

A empresa chegou a suspender a fabricação de caminhões por quase um mês, entre março e abril, na filial mineira. E, nos meses seguintes, trabalhou apenas com jornada em um turno. Atualmente, a fábrica tem 1,7 mil funcionários e os temporários que chegam irão atuar por pelo menos seis meses.

Segundo o diretor do Complexo Industrial da Iveco em Sete Lagoas, Izidro Penatti, as oportunidades são para o setor de produção e acredita que as contratações são uma “importante iniciativa para ampliar a capacidade operacional e maximizar os processos produtivos”.

“Interrompemos a produção na fábrica de Sete Lagoas em 27 de março, por conta da pandemia, e fomos a primeira montadora do setor a retomar a produção, em 22 de abril. Fizemos os ajustes necessários na planta e, agora, contratamos novos colaboradores temporários para a ampliação da capacidade operacional”, explica o diretor.

Segundo dados da Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (Anfavea), enquanto as vendas totais de caminhões recuaram 15% no acumulado do ano até setembro, com 62,7 mil unidades, a marca contribuiu com mais de 3,4 mil caminhões vendidos, volume 34,2% superior ao registrado no mesmo período do ano passado, de 2,6 mil unidades.

Penatti se mostra otimista para a produção neste último trimestre, mesmo com a incerteza nos rumos da pandemia. “A Iveco está alinhada com a Anfavea na projeção do mercado de caminhões para este ano: 65 mil unidades. Com a inclusão do segmento de 3,5 toneladas esse número será de 75 mil unidades”.

20 anos em Sete Lagoas

A fábrica da Iveco em Sete Lagoas está completando 20 anos e foi planejada a partir dos conceitos do World Class Manufacturing (WCM), que significa Produção de Classe Mundial.
“O WCM é um dos mais elevados padrões de qualidade da indústria global para o gerenciamento integrado de fábricas e produção”, explica Márcio Querichelli, líder da montadora para a América Latina.

A filial possui um Centro de Desenvolvimento de Produto (CDP), que reúne especialistas de diversas áreas com o objetivo de desenvolver novas tecnologias e produtos que proporcionem aumento de produtividade para o operador com alta eficiência energética. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade