Publicidade

Estado de Minas

Belo-horizontino madruga em filas por combustível para aproveitar feriado

Filas em vários postos são ainda um reflexo da crise de abastecimento gerada pela paralisação dos caminhoneiros. Já são 11 dias de entrega irregular. Muita gente está sem combustível. PM diz que abastecimento no fim de semana está garantido


postado em 31/05/2018 07:41 / atualizado em 31/05/2018 10:13


Belo Horizonte amanheceu com filas em várias vias, compostas por motoristas que buscam a pouca gasolina que os postos ainda têm. De acordo com a Minaspetro, os caminhões-tanque com gasolina, álcool e diesel já circulam sem escolta e o abastecimento nos estabelecimentos deve ser normalizado durante o recesso de Corpus Christi.

De acordo com a Minaspetro, caminhões -tanque já circulam na Grande BH sem escolta policial. Postos nas avenidas Nossa Senhora do Carmo e Afonso Pena amanheceram com filas longas não apenas nas vias, como também em ruas do entorno desses estabelecimentos da Região Centro-Sul. Paradoxalmente à busca por encher seus tanques, os motoristas acionaram seus ares-condicionados para se aquecer na madrugada fria, comportamento que amplia o consumo de combustível.

A assessoria de imprensa do terminal Rodoviário Governador Israel Pinheiro informou que algumas companhias ainda estão afetadas pela falta de combustíveis, mas que a maioria opera normalmente. A BH Airport, que administra o Aeroporto Internacional de Confins, informa que os voos estão regulares, mas orienta os passageiros a ligar para a companhia antes de se dirigir ao aeroporto. Ontem, foram 16 voos atrasados, cancelados ou remanejados e hoje ocorreram seis da empresa Azul, mas os passageiros foram previamente alertados.

Fila em posto de combustível no Bairro Floresta, Região Leste de Belo Horizonte(foto: Juliana Cipriani/EM/DA Press)
Fila em posto de combustível no Bairro Floresta, Região Leste de Belo Horizonte (foto: Juliana Cipriani/EM/DA Press)


Em um posto na Avenida Flávio dos Santos, no Bairro Floresta, Região Leste de Belo Horizonte, a fila começou antes das 7h. Às 7h30, ela já chegava à Avenida Silviano Brandão. Também há concentração de motoristas esperando por combustíveis na Rua Pouso Alegre, na Rua Itajubá e na Avenida do Contorno, no mesmo bairro

.“Após uma semana sem combustível, hoje tentei arriscar. Acordei às 5h50 da manhã, saí de casa aproximadamente umas 6h10, 6h15”, contou o analista de sistemas Alexandre Marques, de 38 anos. “Fui a um posto de gasolina da Rua Juruá, esquina com Cristiano Machado. Já havia pessoas na fila, porém, não tinha previsão de chegada de combustível. Perguntei a um rapaz que estava na fila e o mesmo disse que tinha gasolina no posto da Avenida Flávio dos Santos com a Silviano Brandão”, disse.

Marques foi até o local e encontrou poucos veículos na fila.  “Após 20 minutos na fila consegui abastecer e durante esse período chegaram mais carros. Acredito agora que a fila está um pouco maior”, informou, por volta das 9h. 

A securitária Patrícia Maiele, de 31 anos, disse que havia abastecido o carro há 10 dias e entrou na reserva de combustível no último sábado. Como não usa o carro durante a semana, resolveu tentar abastecer neste feriado após uma dica do pai. “Abasteci em um posto BR na Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, no Bairro Glória (Região Noroeste de BH). Eu cheguei às 7h55, mas fiquei 40 minutos na fila. Chegava as uns quatro quarteirões, mas andou rápido”, explicou Patrícia. “O posto também estava muito organizado. Tinha uma pessoa para direcionar para as bombas e outra só para fazer a cobrança com cartão”. 

A moradora do Bairro Alípio de Melo acredita que a situação ainda deve levar alguns dias para se normalizar. “No final de semana ainda vai ter fila, e vai depender também se a greve dos petroleiros vai interferir. Hoje eu achei o pessoal bem tranquilo, não tinha ninguém exaltado”, avaliou.

PM faz a segurança de posto na Rua da Bahia com Tupinambás, no Centro de BH. Fila de carros era pequena no meio da manhã(foto: Fred Bottrel/EM/DA Press)
PM faz a segurança de posto na Rua da Bahia com Tupinambás, no Centro de BH. Fila de carros era pequena no meio da manhã (foto: Fred Bottrel/EM/DA Press)

GOVERNO GARANTE ABASTECIMENTO
Na manhã desta quinta-feira, o major Flávio Santiago, chefe da sala de imprensa da Polícia Militar de Minas Gerais, disse que o abastecimento está garantido hoje e no fim de semana. “A informação que nós temos pelo Gabinete de Crise (montado pelo governo do estado) é que o abastecimento continua mesmo no feriado e, inclusive, no final de semana que se segue, no sentido de regularizar”, disse o militar. 

“A Polícia Militar continua fazendo algumas escoltas. A tendência agora é de desmobilização desse processo. Continuará também fazendo a segurança nos postos de combustível exatamente para fazer com que haja a garantia da ordem e da tranquilidade, assim como vem fazendo desde a quinta-feira quando nós tivemos o ápice do processo”, finalizou o major Santiago. 

Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade