Publicidade

Estado de Minas SAUDÁVEL

Cinco benefícios da cafeína que você precisa conhecer

Saiba que a substância contribui para um bom desempenho no exercício e ainda auxilia na saúde e no emagrecimento


23/05/2022 14:53 - atualizado 23/05/2022 18:12

xícara com café
A cafeína é um fitoquímico com ação estimulante do Sistema Nervoso Central (SNC) (foto: Myriams-Fotos/Pixabay )
Muitas pessoas afirmam conseguir despertar pela manhã somente depois de tomar uma dose de café. “Isso acontece por conta da cafeína, fitoquímico com ação estimulante do sistema nervoso central, capaz de nos deixar alertas”, explica o médico nutrólogo Nataniel Viuniski, membro do Conselho Consultivo da Herbalife Nutrition do Brasil. 

O composto bioquímico também está presente naturalmente em outras bebidas, como na erva-mate, no chá verde, no guaraná e no cacau, além de ser vendido como suplemento (combinado ou não a outras substâncias), e ganhou destaque nas últimas décadas por conta de seus benefícios. 

Para se ter ideia, em 2004, a cafeína saiu da lista de substâncias restritas pela Agência Mundial Antidoping e passou a fazer parte das recomendações do Comitê Olímpico Internacional (COI).
 
chá verde
Saiba que a cafeína também está presente naturalmente em outras bebidas, como na erva-mate, chá verde, guaraná e cacau (foto: de apple deng/Pixabay )

Conheça quais são os benefícios para seu corpo:


1 - Melhora o desempenho físico


Principalmente no meio esportivo, a cafeína ganhou espaço devido à sua capacidade de potencializar a contração muscular e aumentar a tolerância ao esforço físico intenso, contribuindo para adiar o cansaço e manter o atleta por mais tempo nas atividades de média e longa duração (endurance), como mostra uma revisão de 40 estudos publicada no Journal of Science and Medicine in Sport
 

2 - Dá um up o raciocínio


Por atuar no sistema nervoso central, a cafeína aciona o estado de alerta, ajudando na concentração, no foco e reduzindo o tempo de reação, possibilitando uma tomada de decisão mais rápida.
 

3 - Apresenta efeito analgésico


Não é à toa que esse composto bioativo acompanha fórmulas de alguns medicamentos para dores de cabeça e musculares, uma vez que otimiza os efeitos dos analgésicos no organismo.
 
A substância é, inclusive, indicada por alguns profissionais de saúde para ser consumida entre quatro e seis horas depois do final da atividade física a fim de reduzir a dor de início tardio que surge nos dias seguintes ao exercício.
 

4 -Oferece sensação de bem-estar


Ainda na parte mental, a cafeína parece ter um efeito protetor sobre os neurônios e ajudaria a prevenir processos de degeneração cerebral que levaria ao mal de Parkinson, conforme um estudo publicado pelo International Journal of Molecular Science. No entanto, ainda são necessárias análises com um maior de pacientes para confirmar esses achados.
 

5 - Aliada do emagrecimento


A cafeína pode aumentar a atividade de enzimas que disponibilizam a gordura do corpo como combustível por meio da produção de calor sobre os tecidos (termogênese) atuando no aumento temporário do metabolismo, o que contribui para o déficit calórico. Ainda assim, é imprescindível reduzir as calorias por meio da dieta.

Quanto tomar?


 A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) considera seguro o consumo de até 200 mg de cafeína por dia para adultos saudáveis, o que equivale a cinco xícaras de café, e de até 400 mg de cafeína por dia para atletas.

Mas os atletas podem seguir as recomendações de consumo do Comitê Olímpico Internacional que indica de 3 a 6 mg de cafeína por quilo de peso por dia, consumida por meio de suplementos ou alimentos com a substância, sob a orientação de um profissional de nutrição.


 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade