Publicidade

Estado de Minas Com a visão em dia

Dia Mundial da Saúde Ocular lembra a importância de cuidar bem dos olhos

Data é celebrada em 10 de julho e salienta que ter boa qualidade de visão é ter boa qualidade de vida


09/07/2021 13:52

(foto: Leca Novo/Divulgação)

De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), aproximadamente 285 milhões de pessoas manifestam algum problema de visão no mundo. No Brasil, o censo demográfico de 2010 (o mais recente coordenado pelo IBGE), dá conta de que cerca de 35 milhões dos brasileiros apresentam algum grau de distúrbio visual e mais de 1,2 milhão vive quadros de cegueira. Nesse ponto, o acesso ao tratamento deve acontecer o quanto antes, conforme a identificação do transtorno - diagnóstico precoce é essencial. De todas essas situações relatadas, entre 60% a 80% dos desequilíbrios oculares podem ser evitados ou tratados.

E é para lembrar a importância de zelar pelos olhos e a visão que foi instituído o Dia Mundial da Saúde Ocular, neste sábado (10/7). "A quase totalidade (90%) de toda a percepção sobre o que está ao redor parte da visão, que responde em grande medida pela interação com o meio. É um dos sentidos mais importantes e um dos que mais impacta no dia a dia. Boa qualidade de visão é boa qualidade de vida", diz o oftalmologista Leonardo Romano Tibúrcio, diretor técnico do NEO Oftalmologia - Unidade Vila da Serra, clínica oftalmológica em Nova Lima, na Grande BH.

Ainda que a saúde ocular esteja diretamente ligada ao bem estar, muitas vezes é negligenciada. É comum a preocupação com os olhos aparecer só quando surge algum problema, e isso é um equívoco. Daí a importância dos exames periódicos para detecção das doenças, evitando estragos maiores no futuro e, após a identificação do distúrbio, iniciar o tratamento indicado em cada caso.

O acompanhamento oftalmológico deve acontecer desde cedo. O primeiro exame deve ser feito entre 6 meses e 1 ano de vida. Após essa primeira avaliação, é recomendado o exame anual, como orienta Leonardo Tibúrcio. "Na lista de cuidados, hábitos diários, como uma dieta saudável, com alimentos nutritivos não apenas para o organismo em geral, mas também específicos para os olhos, além de evitar o tabagismo e praticar atividades físicas, também contribuem para manter a visão sadia", recomenda o médico.

"Entre as patologias mais comuns, está a catarata, doença sem características genéticas, mas que incide em toda a população. É uma das causas da cegueira, porém reversível, por meio de cirurgia", explica Leonardo Tibúrcio. Entre outras patologias possíveis de causar cegueira e baixa visão estão a retinopatia diabética, o glaucoma, o ceratocone, a degeneração macular e os erros de refração não corrigidos, como miopia, hipermetropia, astigmatismo e presbiopia (a popular vista cansada). Mais uma desarmonia ocular é o estrabismo, um desalinhamento dos olhos que faz com que o indivíduo não consiga direcionar os dois olhos para um mesmo ponto.

"Também é importante ter a visão sempre bem corrigida com o uso de óculos ou lentes de contato, nos graus corretos, e ter a visão o tempo todo protegida dos raios ultravioletas", ensina Leonardo Tibúrcio. Neste ponto, muito mais do que apenas estilo, os óculos escuros podem ser de grande auxílio na proteção dos olhos. O pterígio e a degeneração macular relacionada à idade (DMRI) têm relação direta com a falta de proteção dos raios solares. "Em todas essas situações, ter atenção aos sinais que o olho dá é fundamental para prevenir quadros graves", reforça o profissional.

DE OLHO NA TELA

O uso de dispositivos digitais e a exposição excessiva às telas também estão relacionados a diversos transtornos oftalmológicos. "Muitas pessoas estão se queixando de problemas como coceira, visão embaçada, dores de cabeça e fadiga ocular, por exemplo. E isso acontece sem distinção de idade. Entre os principais distúrbios mais comuns nesses casos, estão a síndrome do olho seco e a miopia", esclarece Leonardo Tibúrcio.

CUIDE DE SEUS OLHOS

A saúde ocular depende muito dos hábitos de vida, e cuidar dos olhos não é difícil. Veja o que pode ser feito para evitar os problemas oculares e garantir uma boa visão

1. Mantenha seus exames oftalmológicos em dia

É fundamental fazer os exames oftalmológicos com a frequência recomendada pelo especialista. Muitas das doenças oculares crônicas não apresentam sintomas em seus estágios iniciais

2. Tenha hábitos saudáveis

Alimentar-se corretamente pode ajudar a prevenir uma série de doenças oculares. Adotar uma dieta pobre em açúcares, carboidratos refinados, sódio e gordura ajuda a evitar hipertensão e diabetes, doenças que podem ter consequências negativas para a visão

3. Proteja seus olhos do sol

Quando escolhidos adequadamente, os óculos escuros ajudam a proteger a retina das radiações solares e de uma série de problemas de visão, inclusive a catarata

4. Conheça o histórico ocular da sua família

É importante que você procure saber se seus parentes próximos tiveram problemas oculares e quais foram eles, pois muitas doenças relacionadas à visão são hereditárias

5. Use o computador e/ou celular de maneira adequada

Quando você passa muito tempo em frente à tela do computador ou atento ao celular, tende a abrir mais os olhos e a piscar menos. Essa prática reduz a lubrificação natural do globo ocular, essencial para a saúde dos olhos

6. Evite o uso de colírio sem indicação

O uso indiscriminado de colírios também pode trazer complicações para a saúde dos olhos. Trata-se de um medicamento, portanto, deve ser receitado conforme a necessidade de cada pessoa. Evite a automedicação oftalmológica

7. Procure não coçar os olhos

O ato de coçar os olhos deve ser evitado. O esforço realizado sobre o globo ocular pode causar problemas como o descolamento da retina, astigmatismo, ceratocone, entre outros, e a mão pode transferir sujeira e microrganismos nocivos para os olhos

8. Modere a ingestão de açúcar

O consumo excessivo de açúcar prejudica a saúde dos olhos, em especial para quem já tem diabetes. Excesso de açúcar no sangue pode desencadear retinopatia diabética

9. Não fume

Fumar pode favorecer o desenvolvimento de degeneração macular, catarata e danos ao nervo óptico

10. Pratique atividades físicas regularmente

Fazer exercícios protege a visão. Atividades físicas melhoram o funcionamento do coração e ativam a circulação sanguínea. Assim, os nutrientes e o oxigênio chegam com mais facilidade ao globo ocular

11. Respeite seu tempo de descanso

Todo organismo precisa do sono para recuperar as energias e os olhos se recuperam enquanto dormimos. Procure investir na qualidade do sono e durma uma quantidade de horas suficiente, para evitar a fadiga ocular e outros problemas


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade