Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Empresa lança campanha para financiar ações de combate ao coronavírus

Desde o início do projeto, 5 mil testes já foram comprados e doados a dois hospitais, um deles o Hospital Metropolitano Doutor Célio de Castro, no Barreiro


postado em 25/05/2020 12:00 / atualizado em 25/05/2020 12:44

Campanha Doe saúde, idealizada pela Opy Health, busca ajudar no combate ao novo coronavírus(foto: Pixabay)
Campanha Doe saúde, idealizada pela Opy Health, busca ajudar no combate ao novo coronavírus (foto: Pixabay)
 
A Opy Health, empresa que atua na gestão de infraestrutura hospitalar, anunciou o lançamento de um projeto destinado à contribuição do acesso a saúde. Denominada Doe Saúde – Faça a diferença para quem está fazendo a diferença, a iniciativa tem como objetivo arrecadar cerca de R$ 7 milhões, a fim de financiar a compra de testes rápidos para diagnóstico de COVID-19 e investir em uma plataforma on-line de telemedicina

Desde o início do projeto, em 15 de maio, cinco mil testes já foram comprados e doados a dois hospitais, um deles localizado em Minas Gerais: o Hospital Metropolitano Doutor Célio de Castro, na Região do Barrreiro, em Belo Horizonte. O Hospital Delphina Rinaldi Abdel Aziz, localizado no Amazonas, também recebeu doações de testes.

Na próxima semana, outros cinco mil testes deverão ser entregues a hospitais da rede pública de Manaus e Belo Horizonte. 

Otávio Silveira, CEO da Opy Health, conta que a empresa, tendo como missão contribuir para a transformação e melhoria da saúde no Brasil, se viu na obrigatoriedade de desenvolver e realizar projetos que colaborassem para o desenvolvimento da saúde, também durante a pandemia, visto que este tem sido um momento delicado para o país e o mundo. 

“Idealizamos a Doe Saúde para que uma arrecadação feita pela empresa pudesse colaborar no combate à pandemia de COVID-19 em duas vertentes. A primeira delas, tendo em vista a dificuldade mundial na testagem de casos, é destinar parte das doações para a compra de testes rápidos. Outro ponto a ser otimizado será no campo médico, com a elaboração de uma plataforma de telemedicina, a fim de acompanhar casos mais leves da doença, bem como pessoas já curadas.” 

Com a campanha, a empresa espera levantar fundos suficientes para comprar 10 mil testes de diagnóstico rápido para COVID-19, teste esse aprovado e liberado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).  

Sobre a criação da plataforma de atendimento on-line, Silveira ressalta que este será um canal de troca e capacitação de experiências entre médico e paciente. E, destaca que a Teadoc_Op possibilitará integração de cinco mil profissionais de saúde de diversas localidades, de forma segura

Otávio Silveira, CEO da Opy Health(foto: Divulgação)
Otávio Silveira, CEO da Opy Health (foto: Divulgação)
“Com a Doe Saúde, buscamos massificar a contribuição com tecnologia, estratégia e gestão operacional de forma que a equipe clínica concentre todos os seus esforços no melhor atendimento médico aos pacientes”, diz. 

Silveira comenta que, apesar da surpresa em relação a atuar em meio a uma pandemia, os planos da empresa não sofreram modificações e que os objetivos traçados incialmente continuam em ação. “Ainda estamos empenhados em fazer e buscar sempre a melhoria do sistema de saúde, fazendo o possível, também, para ajudar no combate à COVID-19.” 


Doe Saúde 


O CEO explica que, para viabilizar a arrecadação de fundos, uma parceira foi feita com uma empresa especializada em captação de doações, de pessoas físicas e jurídicas, a Charidy, e outra atuante na gestão de fundos filantrópicos, a Sitawi.  

Silveira destaca, ainda, que para incentivar a doação e colaborar com o combate a COVID-19, a empresa deu início ao projeto doando R$ 3,5 milhões, e espera que o valor seja dobrado até o fim da campanha, ainda sem data definida. 

As doações podem ser feitas pelo site da Charidy. E, o acesso ao Índice Solidário, responsável por contabilizar as doações em tempo real, pode ser acessado pelo site da Opy Health. 

* Estagiária sob a supervisão da editora Teresa Caram 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade