Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Empresa doa equipamentos de proteção a profissionais da saúde

Pés Sem Dor adapta impressoras 3D para a produção de máscaras face shield a fim de doá-las e ajudar no combate ao coronavírus


postado em 23/04/2020 11:00 / atualizado em 23/04/2020 11:06

Cerca de três mil máscaras de proteção face shield são produzidas por dia na fábrica da
Cerca de três mil máscaras de proteção face shield são produzidas por dia na fábrica da "Pés Sem Dor" (foto: Divulgação)

Empresa Pés sem Dor, detentora de um dos maiores parques de impressão 3D do país destinou parte de seu recurso a produção de máscaras face shield, a fim de doá-las à profissionais de saúde. Por dia, a Pés sem Dor, voltada para a produção de palmilhas, tem fabricado cerca de três mil máscaras. 

A iniciativa partiu do fundador da empresa, Thomas Case, de 82 anos. No entanto, é seu filho Thomas Case Jr. que assumiu, presencialmente, o papel de coordenar a ação, visto que o pai, devido à idade, precisou se ausentar, em quarentena, para evitar o contágio da doença. Dessa forma, o filho conta que o projeto visa fomentar a escassez de equipamentos de proteção nos hospitais.  

“Acompanhamos as notícias sobre a falta desses materiais para os profissionais de saúde e, também, das pessoas de forma geral. Pesquisamos e descobrimos que poderíamos sim, produzir as máscaras face shield em nossas impressoras 3D, usando o mesmo material com o qual produzimos as palmilhas, o termoplástico poliuretano (TPU). E, então, colocamos em prática o projeto.” 

Mesmo cumprindo as recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) e se mantendo em casa, Thomas Case explica que a empresa tem capacidade para ajudar muitas pessoas durante a pandemia.

“Com o material e as mais de 100 impressoras que temos à nossa disposição, podemos produzir cerca de 100 mil máscaras. Atingindo a produção máxima, teríamos utilizado 1,6 mil km de filamentos, ou seja, o suficiente para cobrir o percurso de São Paulo a Bahia." 

Case Jr. ressalta que, apesar da empresa estar espalhada pelo Brasil, a produção tem sido feita nas fábricas localizados em São Paulo, assim como as doações. “Estamos focando em doar pela região. As primeiras doações foram encaminhadas aos profissionais da saúde do Hospital de Barueri, para que estes pudessem se proteger. A Associação de Resgate à Cidadania por Amor à Humanidade (Arca) é a responsável pela distribuição.” 

Rotina 


O responsável pela ação comenta que o cotidiano da empresa não sofreu nenhuma alteração de horário ou mesmo de produção para que as máscaras fossem fabricadas, mas que a sociedade em si sente o impacto dessa doação.  

“Não houve mudança alguma em nossa produção. A nossa fábrica tem um grande know how em impressoras 3D. Disponibilizamos 110 impressoras para a produção das máscaras. A ‘Pés Sem Dor’ tem um grande histórico em solucionar as dores e cuidar da saúde das pessoas, e fazemos isso de coração. O mundo está vivendo um momento crítico, é imprescindível que aqueles que podem ajudar, contribuam com a causa”, diz. 

* Estagiária sob a supervisão da editora Teresa Caram 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade