Publicidade

Estado de Minas COVID-19

Faculdade de Medicina da UFMG desenvolve jogo sobre novo coronavírus

O intuito da ação é conscientizar e informar as pessoas de forma descontraída sobre a COVID-19 e prevenção


postado em 14/04/2020 15:56 / atualizado em 14/04/2020 17:31

O 'COVID-19. Você sabia?' é composto por quatro fases. Em cada etapa, há oito perguntas(foto: UFMG/Divulgação )
O 'COVID-19. Você sabia?' é composto por quatro fases. Em cada etapa, há oito perguntas (foto: UFMG/Divulgação )
O “COVID-19. Você sabia?” foi desenvolvido por um grupo de pesquisadores, médicos e estudantes da UFMG, a fim de conscientizar e promover mudanças de atitudes para diminuir a curva de contágio do novo coronavírus. Além das informações advindas do jogo, a qualquer momento, o jogador pode acessar as recomendações feitas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), bem como dicas e cuidados a serem tomados na contenção da doença. 

Zilma Silveira Reis, professora do Departamento de Ginecologia e Obstetrícia da UFMG, coordenadora do Centro de Informática em Saúde (Cins) e uma das idealizadoras do projeto, conta que a iniciativa da ação partiu do intuito de levar informação, principalmente, para os mais jovens.  

“Pensamos em levar conhecimento, fundamentado em evidência científica e nas recomendações universais da OMS, até o público que gosta de aventura. Em geral, reúne pessoas jovens, que têm maiores dificuldades em seguir os cuidados exigidos pelas autoridades sanitárias. Para falar com eles sobre isso, nada melhor que desafiá-los.” 

Dessa forma, a escolha de um jogo para cumprir com esse objetivo, se deu pela eficácia deste método na comunicação entre adolescentes. Sendo assim, por meio do entretenimento, a informação pode conscientizar essas pessoas. “Ao mesmo tempo que o jogador enfrenta os desafios impostos ao longo da partida, ele aprende a se proteger da COVID-19.” 

Para isso, Zilma explica que o desenvolvimento da plataforma de acesso seguiu estratégias cruciais para que o propósito fosse alcançado. “Utilizamos termos de fácil compreensão, sem jargões da ciência, para que as pessoas possam compreender as formas de prevenção da doença para cuidar de si e do outro. Fizemos também uma validação de linguagem com colaboradores de outros países que falam português, como Angola e Moçambique, pois esperamos que essa iniciativa possa levar informações confiáveis para além do público brasileiro.” 

Além disso, por meio da página direcionada à partida, aqueles que se interessarem podem ter acesso a diversas recomendações disponibilizadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS), de forma explicativa. “Adicionamos uma seção chamada ‘cuidados que devo ter’, na qual são publicadas imagens e orientações mais completas sobre a lavagem das mãos, higiene respiratória e distanciamento entre pessoas”, diz. 

Como jogar? 


O “COVID-19. Você sabia?” é composto por quatro fases. Em cada etapa, há oito perguntas. Ao responder corretamente 90% das questões apresentadas em cada um dos módulos, o jogador ganha uma medalha e avança para a próxima fase. “Para cada um dos 32 desafios trazidos pelo jogo, há um feedback de acordo com a resposta escolhida pelo jogador, reforçando os cuidados a serem tomados e, também, informando sobre a COVID-19", destaca Zilma. 

O jogo encontra-se disponível para acesso no site oficial da UFMG. Além disso, o Centro de Informática em Saúde (Cins) dispôs seu e-mail para aqueles que queiram se comunicar com os coordenadores da ação, a fim de tirar dúvidas, comentar sobre a plataforma ou mesmo dar sugestões. Nesses casos, basta entrar em contar pelo endereço cins@medicina.ufmg.br.
 
* Estagiária sob a supervisão da editora Teresa Caram 

Compartilhe no Facebook
*Apenas para assinantes do Estado de Minas

Publicidade