Publicidade

Estado de Minas SHE'S THE BOSS

Ser mãe não se terceiriza

A verdade é que somos sobrecarregadas mesmo, como diz um meme que vi na internet. Carregamos o mundo nas costas, é pesado ser mãe que trabalha


06/05/2022 06:00

Mãe e filha caminhando na praia
Por mais que exista uma rede de apoio, ser mãe é dedicar tempo (foto: Pixabay/Divulgação)
Dia das mães chegando, o dia que sua caixa de mensagens lota com muitas lembranças de pessoas te desejando força, valorizando a sua “luta”, enviando amor, apoio e encorajamento. 
 
O dia das mães é sempre uma emoção aqui em casa. Recebo flores e café na cama. Recebo mensagens de inúmeras pessoas conhecidas e desconhecidas, maioria delas sobre como consigo ser mãe que trabalha tanto, e sou associada a uma guerreira. 
 
A verdade é que somos sobrecarregadas mesmo, como diz um meme que vi na internet outro dia. Não somos guerreiras, carregamos o mundo nas costas, é pesado ser mãe que trabalha.
 
Ser mãe que trabalha é sobre o tempo dedicado ao maternar conflitando 24 horas com nossa produtividade no trabalho. Em alguns momentos, a exaustão toma conta e as coisas não se realizam como planejado, naquele domingo às dez da noite quando paro tudo, coloco as crianças para dormir e inicio a construção da minha lista semanal de tarefas, que já começa com a lista inacabada da semana anterior. 

A mesma lista infinita de tarefas que não diminui até quarta-feira, e se mistura com a lista das demandas das crianças, confesso que me sinto muito impotente às vezes. Maternidade não se terceiriza, não tem como delegar ou voltar atrás, ou desistir, abrir mão, ou devolver para alguém.Não tem saída. 

Por mais que exista uma rede de apoio, ser mãe é dedicar tempo, é cuidar, orientar e disciplinar, o que significa repetir 100 vezes as mesmas coisas, no meu caso 300.
 
São três filhos, são três personalidades, são seres humanos com seus anseios e desejos, são parte de mim e do legado que escolhi deixar para o mundo. 

Criar filhos é propósito claro, é trabalho sem remuneração, é constante. 
 
É o que tenho feito melhor na vida, é o que me motiva a fazer todo o resto. 
 
Meu propósito é ensinar, inspirar e transformar. Faço isso todos os dias em casa e no trabalho, a consequência disso é a profunda sensação de realização e dever cumprido. Acordo todos os dias sentindo orgulho da minha entrega verdadeira para o mundo, talvez esse seja o tal sucesso que todos querem conquistar. Crio filhos melhores para o mundo que quero que eles construam sob meu olhar atendo e educação respeitosa.
 
Feliz dia das mães para todas nós mulheres que se dividem em meio ao caos, entre a maternidade e a carreira. E quem disser que você, mãe que trabalha, não cuida direito ou não dá atenção aos filhos, é mentira! Não se sinta culpada, é normal se frustrar as vezes, é normal se sentir exausta, é normal se sentir impotente. 
 
É normal sentir que esse é o fim da sua vida como indivíduo (já senti aquela sensação de que: Pronto! Não faço mais nada da vida, só cuidar de filhos), normal sentir que nunca mais você vai ter paz, é normal querer fugir às vezes e se trancar no banheiro enquanto eles choram ou te chamam batendo na porta e você não quer sair. É normal engolir seco quando te cobram no trabalho e você se lembra que não entregou porque seu filho demandou sua atenção ou teve uma febre e por fim você se permitiu dormir porque não conseguia mais raciocinar às onze da noite. 

Mães que trabalham precisam de apoio, precisam ouvir um “deixa comigo que eu faço pra você,  vai descansar” de vez em quando, um “pode deixar eu levanto”, um “pode deixar hoje eu fico com eles e você faz suas coisas”, um “eu olho para você, ou se faltou bater a meta, tudo bem, vamos adiar. E está tudo bem!
 
Não somos guerreiras, a sociedade nos sobrecarrega e nossa cultura cobra demais de nós, mães. A gente cansa, a gente só quer um pouco de ajuda ou empatia quando algo der errado, a gente não fez porque temos preguiça ou procrastinamos de propósito, a mãe que trabalha tem imprevistos que o resto do mundo não vê e não compreende.
 
Mãe, você não precisa “dar conta de tudo", faça o melhor que conseguir e está tudo bem! Seus filhos terão a melhor mãe que conseguir ser e eles serão felizes porque você é feliz trabalhando. É simples assim.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade