Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas SHE'S THE BOSS

Sobre não ter medo de mudar

'Neste mês da mulher, queria desejar um banho de coragem a todas nós que precisamos superar diariamente o medo'


08/03/2022 06:00

Mulher caminhando
Apesar disso, sempre enfrentei as mudanças com positividade e muita coragem (foto: Pixabay/Divulgação)
Quando eu nasci até a adolescência, morei com minha família em uma dezena de casas alugadas, mudamos várias vezes e perdi a referência de, em quantas casas diferentes já vivi só na região leste de Beagá.
 
Mudar sempre era uma novidade, sentia um certo prazer na casa nova, quarto novo, novos arredores, apesar do trabalhão que dava toda a logística, limpeza e arrumação.
 
Acabou que me acostumei e, na vida adulta, mudei também como corria o vento… mudei de casa, de cidade, de país, de cidade novamente, de casa para apartamentos e apartamentos para casas de campo, Iate em Londres, Château na França  e  voltei para a mesma cidade e região, e fundava empresa, enquanto me mudava e enchia a casa de crianças. Quando tudo fica meio parado quero mudar de trabalho, inventar algo novo, mudar aquela zona de conforto, na qual na verdade,  nunca me deu segurança e por isso nunca estive certa e segura. Não tive muitas chances na zona de conforto, me bancando sozinha desde muito nova.
 
Apesar disso, sempre enfrentei as mudanças com positividade e muita coragem, sim, para mudar aquilo que não está bom, é necessário coragem.
 
Sabemos que lidar com nossos medos não fácil, principalmente quando a ação da mudança afeta nossa vida profissional e pessoal. Instintivamente pensamos que não somos capazes de fazer algo ou que podemos correr riscos, daí nós mesmas acabamos impedindo uma série de tomadas de decisões difíceis por medo. Quando não nos obrigam a fazê-lo, no âmbito profissional  por exemplo, você pode ser demitida ou seus sócios também podem te demitir..
 
A primeira coisa que procuro fazer diante de uma grande mudança que não posso evitar é entender esse medo, tentar conter a ansiedade e ter o controle da mente agindo de forma racional com calma e coerência.
 
Nós mulheres tendemos a pensar muito com a emoção e para mudar esses sentimentos de medo, ansiedade e angústia precisam ser distanciados e vistos de modo prático para facilitar a tomada de decisões. 
 
Sair da zona de conforto dói, mas quando a mudança acontece e você enxerga que enfrentou o desconhecido assumindo o risco sem receio para promover uma nova etapa na sua vida, você acaba recuperando a fé em si mesma.
 
Eu mudei, coisas mudaram profissionalmente e tudo isso vejo de forma positiva. Todo dia temos uma nova escolha, todo dia podemos ser melhores, basta enfrentar o medo do desconhecido e confiar em si mesma. 

Neste mês da mulher, queria desejar um banho de coragem a todas nós que precisamos superar diariamente o medo. Medo de fazer valer nossas ideias por serem contrárias, medo da impostora que vem todo dia nos questionar  junto com um comentário machista sobre nossa competência, medo das que se sentem abusadas pelo patriarcado em contextos masculinos, sejam eles profissionais, na política, no mercado de trabalho, de investimentos, dos negócios.

Desejo um banho de coragem pra você se posicionar, para não se calar e tentar fazer valer o respeito que todas nós merecemos  todos os dias. Você pode tudo!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade