Publicidade

Estado de Minas PAGO QUANDO PUDER

Crianças e finanças: como fazer essa combinação ir além da rima

A coragem, a inocência, a alegria e as habilidades das crianças têm muito a nos ensinar - inclusive no que diz respeito à nossa relação com dinheiro


13/10/2021 06:00

Criança mostra moeda de dinheiro e segura cofrinho em formato de porquinho
É possível - e necessário - crianças lidarem com finanças e dinheiro (foto: 4Daddy)


Ontem foi Dia das Crianças e, em meio a tantas fotos fofas ocupando minhas redes sociais, fiquei muito reflexiva sobre o quanto as crianças têm a nos ensinar, sabe? É muito óbvio que a gente tem algo a aprender com esses pequenos seres humanos em várias áreas da nossa vida. Mas, será que é assim no que diz respeito à nossa vida financeira também? Dá pra fazer a combinação entre crianças e finanças ir além da rima?

É exatamente sobre isso que vamos falar no artigo de hoje. E eu já quero te adiantar que, sim, é possível. E mais do que isso: é necessário! O olhar das crianças para o mundo pode nos dar muitas lições em relação à forma com que a gente lida com nosso dinheiro. E, como eu jamais me canso de repetir por aqui, é exatamente nas coisas mais simples que mora a relação equilibrada entre você e o seu bolso.

Continue acompanhando a leitura e veja quais atitudes das crianças podem ser adotadas por você no que diz respeito à sua vida financeira.

A habilidade de celebrar pequenas conquistas

Eu falei aqui há duas semanas sobre o quanto o ato de celebrar as conquistas  é importante para as suas finanças. E, cá entre nós, ninguém faz isso melhor do que as crianças, não é mesmo?

Você já viu uma criança contando pra todo mundo o quanto está feliz porque o broto de feijão que ela plantou no copinho de plástico brotou? Você se emocionou diante da alegria de uma criança por ter recebido um elogio da professora? E quando a criança escreve o nome corretamente pela primeira vez? Eu já perdi as contas de quantas vezes já presenciei essas e outras situações envolvendo a habilidade das crianças de celebrar as pequenas conquistas.

Meu convite é que você passe a observar essas situações sob outra perspectiva a partir de agora, tentando aprender com as crianças sobre esse processo. Quando a gente fala de vida financeira, celebrar as pequenas vitórias, por menores que elas sejam, é fundamental para garantir a motivação necessária para continuar evoluindo.

A disposição constante de aprender

Pode até ser que nem toda criança goste de escola, mas eu duvido que você encontre alguma que não ame aprender. Crianças são curiosas por natureza e estão sempre buscando informações, enchendo os adultos de perguntas e até mesmo fazendo buscas na internet sobre as dúvidas que têm na cabeça (ah, essa modernidade!).

E se você adotar esse comportamento como uma prática constante na sua vida financeira? Eu também falo bastante por aqui sobre a importância de buscar informações que possam te ajudar a manter a relação entre você e o seu bolso bastante equilibrada.

E assim como as crianças fazem, você não precisa aprender tudo! Filtre todas as informações e selecione as que realmente te interessarem e fizerem sentido pra você. Aos poucos, você vai entendendo o que você realmente precisa aprender e vai descobrindo as fontes de informação mais adequadas ao seu perfil.

Nesse contexto, eu sugiro que você acompanhe o  Pago Quando Puder . Trata-se de uma plataforma de conteúdos que fala sobre finanças de uma forma realmente descomplicada. Além de uma linguagem simples e acessível, o que você vai encontrar lá são informações sobre negociação de dívidas, direitos trabalhistas, produtos e serviços financeiros, renda extra e muito mais.

O poder de acreditar nos próprios sonhos

Você por acaso já viu alguma criança dizer que tem um determinado sonho, mas que não vai levar essa ideia pra frente porque sabe que ela não vai se concretizar? Isso não existe! Crianças têm um poder admirável de acreditar que elas sempre vão chegar onde planejam, fazer o que desejam e ser quem elas querem ser.

Tudo bem que, depois de adulto, a gente sabe que a vida é mais complicada do que isso. Mas, será que não vale a pena acreditar, pelo menos um pouquinho mais, nos nossos sonhos e desejos? As crianças estão aí para nos ensinar o quanto a gente vive melhor ao alimentar esses anseios.

E sabe qual é a parte boa de ser adulto nessa história? É que, diferentemente do que acontece com as crianças, a realização dos nossos sonhos está, muitas vezes, nas nossas mãos. É por isso que acreditar no que você deseja e planeja pra sua vida é fundamental para a sua relação com as finanças. É somente assim que você vai conseguir traçar objetivos claros que vão te ajudar a chegar onde você quer.

A coragem de falar sobre o que sente

Se eu precisasse elencar a característica das crianças que eu mais admiro, eu diria que é essa: a coragem de falar sobre os próprios sentimentos. Criança não tem vergonha de chorar, de falar que está triste, de expor seus próprios medos, de expressar sua alegria, de pedir ajuda quando acha que não dá conta...

Quando a gente cresce, a gente sabe que isso muda bastante. Em que momento da vida a gente começa a ter medo de falar o que sente? Eu já parei pra pensar isso muitas vezes e, confesso, não cheguei a nenhuma conclusão. Mas, tenho trabalhado bastante para reverter esse cenário, porque eu sei que uma questão que vive apenas dentro da gente tende a ser muito maior e mais grave do que ela é de verdade.

Eu também tenho discutido bastante por aqui sobre a importância da gente  falar sobre dinheiro  com as pessoas que a gente confia. Encontrar uma rede de apoio e um ambiente confortável para falar sobre esses assuntos tem potencial para deixar nossa vida financeira mais saudável e mais promissora. Afinal, o peso dos problemas fica sempre mais leve quando a gente tem com quem expor as dificuldades, compartilhar os desafios e buscar ajuda para fazer o que a gente precisa.

E então? Você concorda ou não que a gente tem muito a aprender com as crianças para lidar melhor com nossa vida financeira? Eu tenho pensado muito sobre esse assunto e adoraria saber o que você acha também. Que tal falar comigo e com a nossa equipe pelas redes sociais do  Pago Quando Puder ? Nos seguindo por lá, você acompanha todos os conteúdos que compartilhamos para te ajudar nessa constante missão de tornar a relação entre você e o seu bolso cada vez mais equilibrada. Topa?

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade