Continue lendo os seus conteúdos favoritos.

Assine o Estado de Minas.

price

Estado de Minas

de R$ 9,90 por apenas

R$ 1,90

nos 2 primeiros meses

Utilizamos tecnologia e segurança do Google para fazer a assinatura.

Assine agora o Estado de Minas por R$ 9,90/mês. ASSINE AGORA >>

Publicidade

Estado de Minas TURISMO E NEGÓCIOS

O que te motiva a viajar?

Entenda como o autoconhecimento pode ajudar a definir quais são os melhores destinos de viagem para você


03/11/2020 07:13

(foto: Pixabay)
(foto: Pixabay)

Segundo o site wikipedia, motivação “refere-se em ciências humanas à condição do organismo que influencia a direção (orientação para um objetivo) do comportamento. Em outras palavras, é o impulso que leva à ação”.

Portanto, falar em motivação turística é pensar no quê te faz decidir por um destino ou outro, levando em consideração algumas variáveis, como o seu momento de vida, sua faixa etária, suas preferências, sua condição financeira e até mesmo, o período do ano.

Então, se você gosta de viajar, qualquer coisa pode se tornar em um motivo para isso. E como em tudo na vida, quanto melhor você se conhecer, melhores serão as suas decisões, principalmente agora que muitas pessoas entenderam que viajar pode ir muito além do lazer e de um período de descanso. Pode se tornar um estilo de vida, mesmo que você não viaje o tanto que gostaria.

Já falamos aqui na coluna sobre como o turismo tem sido valorizado cada vez mais pelas experiências, o que tem feito uma área se destacar, o turismo criativo. Essas experiências ganharam força quando alguns fornecedores do turismo, como destinos, meios de hospedagens, restaurantes e atrativos perceberam que o comportamento das pessoas que viajam vêm mudando ao longo dos anos.

Uma das atividades mais antigas da humanidade, que é o ato de se deslocar de seu habitat natural para outro, seja por qualquer motivo, e neste outro se hospedar e se alimentar vem se incrementando ao longo dos séculos. O que inicialmente poderia ser um deslocamento motivado por uma questão de saúde, de trabalho ou de simples visita a um familiar foi crescendo e amadurecendo, e as pessoas começaram a olhar ao seu redor e perceber que havia valor – e não preço – em conhecer lugares, pessoas e costumes diferentes. 

Quem gosta muito de viajar sabe que muito do nosso comportamento é orientado simplesmente pelo meio em que nascemos. Portanto, quem viaja e experimenta (sim, não basta viajar, tem que se permitir experimentar) abre a cabeça e percebe o quão pequenos somos diante do mundo. Percebe que muitas das nossas convicções são apenas uma questão geográfica. E isto nos torna mais empáticos e tolerantes, ou pelo menos deveria.

E sabe o melhor de tudo?! Podemos ter percepções e comportamentos diferentes em cada viagem. Quando vou fazer alguma palestra sobre marketing turístico e chega a hora de falar sobre público-alvo, sempre me deparo com a surpresa das pessoas quando falo que o público-alvo pode ser qualquer um ou vários, desde que o destino esteja bem posicionado.

Isso quer dizer que um destino pode ter diversos tipos de público ao longo do ano. Nessa hora, sempre faço uma comparação com o comprador de um carro. Geralmente existe um perfil muito bem definido por segmento sócio-econômico. Já no turismo isso não acontece, porque um perfil que consome natureza hoje, no mês que vem vai querer consumir cultura. A mesma pessoa que hoje viaja para correr atrás do trio elétrico no carnaval, na Semana Santa pode querer ir para um retiro espiritual. Em uma viagem você pode ir sozinho; na outra, com seus filhos ou amigos; e numa terceira pode querer uma experiência única com seus pais, que já são idosos. Cada uma dessas viagens te transforma em um “público alvo” diferente para os destinos turísticos.

Portanto, nesta semana de feriado de finados, quando pensamos e sentimos saudade de quem já se foi, aproveite para planejar além de simples deslocamentos. Planeje viagens e experiências únicas, com pessoas especiais na sua vida. A gente nunca sabe qual será a última vez, e mesmo que não seja a última, algumas experiências levamos para sempre conosco. Conheça seus gostos e os das pessoas que você ama e quer por perto. Te garanto que esse autoconhecimento, além de evitar muito estresse de viagem, vai te proporcionar viagens inesquecíveis. 

Quer saber mais sobre turismo, além de apenas dicas de viagem? Me siga no Instagram @blogdaisabellaricci ou acesse blogdaisabellaricci.com.br

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade