Publicidade

Estado de Minas 311 ANOS

Ouro Preto completa 311 anos: veja 10 lugares para se visitar na cidade

Cidade histórica é um dos destinos turísticos mais procurados em Minas Gerais


08/07/2022 19:53 - atualizado 08/07/2022 20:04

 Igreja São Francisco de Assis
A Igreja São Francisco de Assis tem projeto de Aleijadinho e Manuel da Costa Athaíde (foto: Ane Souz/Divulgação)
Um dos mais belos municípios de Minas Gerais, Ouro Preto completa 311 anos nesta sexta-feira (8/7). Tombada pelo Iphan em 1938 e Patrimônio Mundial da Unesco desde 1980, a cidade atrai diversos turistas que vêm de todo o mundo para conhecer suas construções e ladeiras históricas, além de lindas paisagens naturais.
 
Para comemorar o aniversário de Ouro Preto, separamos dez destinos imperdíveis para se visitar na cidade localizada na região Central de Minas Gerais, tanto aqueles feitos pelo homem, quanto naturais e em distritos. Bora conferir?

Praça Tiradentes

É impossível falar de Ouro Preto sem citar a Praça Tiradentes. Localizada no coração da cidade, o local foi onde a cabeça do mártir da Inconfidência Mineira que a nomeia foi exposta após sua execução.
 
No centro da praça, há o monumento à Tiradentes, que se eleva a 19 metros de altura e é rodeado por casarões históricos, o antigo prédio da Escola de Minas da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop) e o Museu da Inconfidência. O local é utilizado também para a realização de shows e eventos culturais, como o Cineop e atrações do Festival de Inverno.

Museu da Inconfidência

E quem vai à Praça Tiradentes nem precisa andar muito para chegar ao Museu da Inconfidência, que fica em frente. O local, que anteriormente foi a Casa de Câmara e Cadeia de Vila Rica e ocupa mais quatro prédios auxiliares na cidade de Ouro Preto, é um marco da história mineira e possui vasto acervo da época do Brasil Império, da escravidão e da Inconfidência Mineira.
 
O prédio, que data da década de 1780, se ergue imponente da Praça Tiradentes e pode ser visto de diversos pontos da cidade. O local é aberto para visitações e lá dentro é possível ver artefatos da época colonial, livros e documentos históricos, além do túmulo de 13 dos 24 sentenciados pela coroa portuguesa na Inconfidência Mineira.
Museu da Inconfidência
O Museu da Inconfidência é um dos lugares mais procurados pelos turistas (foto: Ane Souz/Divulgação)
 

Igrejas

Quando o assunto são as igrejas, é difícil citar só uma em Ouro Preto. Cada uma das doze construções possui peculiaridades e difere das outras. Dificilmente, estando na cidade de Ouro Preto, é possível estar num ponto onde não se vê nenhuma delas.
 
As doze igrejas de Ouro Preto são: Basílica de Nossa Senhora do Pilar, Igreja de Nossa Senhora do Carmo, Igreja de São Francisco de Assis, Igreja de Nossa Senhora das Mercês e Perdões, Igreja de Nossa Senhora da Conceição, Igreja de Santa Efigênia, Igreja de São Miguel e Almas, Igreja de Nossa Senhora do Rosário, Igreja de São Francisco de Paula, Igreja de São José, Igreja de Nossa Senhora das Mercês e Misericórdia e Matriz de Santo Antônio, localizada no distrito de Glaura.
 
A Igreja de São Francisco de Assis está entre as sete maravilhas de origem portuguesa no mundo, já a Basílica de Nossa Senhora do Pilar é a segunda igreja com a maior quantidade de ouro no Brasil, além de possuir um museu de arte sacra. Outra igreja bastante famosa é a Igreja de Santa Efigênia, que de acordo com a tradição oral, foi construída a mando Chico Rei, o rei africano que foi escravizado no Brasil, possuindo assim diversas referências da cultura africana em sua decoração.
 
Enfim, em qualquer uma das construções a experiência será única, portanto vale a pena separar um tempinho para conhecer todas elas.

Campus da Universidade Federal de Ouro Preto

Fugindo das construções históricas, outro lugar que vale a pena ser visitado é o campus da Universidade Federal de Ouro Preto (Ufop), que ocupa uma grande área, com gramados, árvores e um mirante com uma linda vista para o restante da cidade.
 
Durante o período de aulas, é possível ver milhares de alunos que circulam no campus todos os dias. Os prédios que abrigam os cursos possuem uma arquitetura própria e diferem do cenário do restante do município. A intensa movimentação nos bares localizados nos arredores do campus também é mais um atrativo para relaxar após as visitas.

Minas de ouro

Heranças da época do Ciclo do Ouro, as minas construídas para extração do material formam uma cadeia de túneis que se alongam por dentro de Ouro Preto. Apesar de algumas estarem desativadas, ainda existem aquelas que permitem a visitação. O impacto no local é tão forte que é possível encontrar entradas de minas em bares, casas e até mesmo em repúblicas estudantis.
Mina do Chico Rei em Ouro Preto
Mina do Chico Rei em Ouro Preto (foto: Ane Souz/Divulgação)
 

Pico do Itacolomi

Entre as belezas naturais de Ouro Preto se destaca, literalmente, pois da cidade é quase impossível não vê-lo, o Pico do Itacolomi, localizado em Parque Estadual de mesmo nome. O pico, que se eleva a 1.772 metros de altura, pode ser visitado, possuindo trilhas que levam até seu ponto mais alto, o que entrega uma visão espetacular.
 
Mas quem não tem a disposição de subir tudo isso para chegar no topo do pico, que era usado como ponto de referência para os bandeirantes que exploravam a região, é possível uma visita ao parque, que possui outras áreas dentro dos 7.543 hectares, como lagos, a Fazenda São José do Manso, erguida entre 1706 e 1708, uma construção histórica, e áreas de preservação de flora e fauna.
O Pico do Itacolomi pode ser visto de quase toda Ouro Preto
O Pico do Itacolomi pode ser visto de quase toda Ouro Preto (foto: Ane Souz/Divulgação)
 

Parque Natural Municipal das Andorinhas

E se um parque natural não for suficiente, Ouro Preto tem outro. Do outro lado do Parque do Itacolomi se destaca o Parque Natural Municipal das Andorinhas, que abrange abrange uma área total de 557 hectares, e tem, entre outros, o objetivo de resguardar e proteger a flora, a fauna e demais recursos naturais.
 
O local possui diversas cachoeiras, piscinas naturais, trilhas e mirantes, dando a oportunidade de seus visitantes contemplarem paisagens incríveis como as vistas para a moldura da serra de Ouro Preto e do Veloso, com uma vista panorâmica da cabeceira do Rio das Velhas e o contato entre os biomas da mata atlântica e do cerrado.
 
O local também possui áreas de convivência, lanchonete, quiosques para churrasco e espaços para atividades esportivas, desde as mais radicais, como montanhismo e escalada, até mesmo aquele futebol com os amigos.

Ladeiras

Não pude citar somente algumas ruas de Ouro Preto, visto que a cada esquina histórica dobrada na cidade, um novo mundo se abre, com belas construções e ruas de pedra que datam de centenas de anos atrás.
 
As ladeiras históricas possuem diversas construções que tornam uma simples caminhada uma experiência atemporal, já que transfere quem caminha para uma época passada. E em muitas dessas ruas é possível encontrar desde museus para adentrar ainda mais na histórica a estabelecimentos comerciais para comer comidas típicas ou descansar das caminhadas.

Parque Horto dos Contos

Outro lugar incrível na cidade de Ouro Preto é o Parque Horto dos Contos, que se estende por 2,5 km e corta o centro histórico ouro-pretano ao meio. Com 32 hectares e três entradas diferentes, na Rodoviária, no Museu Casa dos dos Contos e na Basílica de Nossa Senhora do Pilar, o local possui diversa flora e fauna, chafarizes, uma fonte e mesas espalhadas, sendo ideal para encontros e piqueniques.

Lavras Novas

As belezas de Ouro Preto não se limitam somente à sede da cidade, mas também aos seus 13 distritos. E um dos mais buscados pelos visitantes é o de Lavras Novas, que, no alto de seus 1300 metros de altitude, possui belas paisagens, trilhas, cachoeiras e um lindo casario colonial, inclusive com Igreja Matriz.
 
Por ser um local bastante buscado por turistas, Lavras Novas possui estrutura com pousadas e estabelecimentos comerciais, para quem quiser pernoitar e comer. Eventos culturais e shows acontecem com certa frequência no distrito.
Vista de uma rua de Lavras Novas
O distrito de Lavras Novas é um ótimo destino para casais e famílias (foto: Arquivo SETIC)
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade