Publicidade

Estado de Minas TURISMO

Gruta da Lapinha, na Grande BH, é reaberta com nova gestão de parque

Atendimento começa às 8h30 e termina às 17h, sendo que o último grupo para a gruta sai às 16h


04/04/2022 21:44 - atualizado 04/04/2022 21:44

Gruta da Lapinha, em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte
Para o acesso à gruta é cobrado R$ 25 para os moradores dos municípios próximos (foto: Matheus Adler)
Após três meses fechada, a Gruta da Lapinha, em Lagoa Santa, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, está novamente aberta para visitação. Quem for ao local encontrará também à disposição serviços de lanchonete, trilhas, escalada e o Museu Peter Lund.

 

Para o acesso à gruta é cobrado R$ 25 para os moradores dos municípios próximos. Estudantes e outras categorias têm direito a isenções ou descontos. Escalada e trilhas são cobradas separadamente.

 

Considerada uma das sete maravilhas da Estrada Real, a Gruta da Lapinha pertence ao Parque Estadual do Sumidouro, localizado entre Pedro Leopoldo e Lagoa Santa, e agora está sob a gestão da Concessionária Rota das Grutas Peter Lund SPE.

 

O fechamento do parque desde janeiro ocorreu para que a concessionária, composta pelas empresas Urbanes e B21, finalizasse a transição de gestão nos moldes do Programa de Concessão de Unidades de Conservação (Parc), do Governo de Minas.

 

Nos últimos meses, melhorias foram realizadas no local, como destaca a gerente-geral da Urbanes Parques, Débora Gomes.

 

"Entre os ajustes feitos, estão retoques nas pinturas, limpeza e reformas nos banheiros, além do funcionamento da lanchonete. O atendimento inicia às 8h30 e finaliza às 17h, sendo que o último grupo para a gruta sai às 16h. Ao longo do dia temos passeio em todos os horários. Estamos trabalhando diariamente", disse.

 

Outros investimentos serão feitos no Parque Estadual do Sumidouro para contar com novos atrativos, principalmente em esportes de aventura.

 

"Para o futuro, vamos reabrir o Museu do Castelinho. Além disso, as fazendas em volta terão novos atrativos e abriremos espaços para o cicloturismo", anunciou a gerente-geral da Urbanes Parques, Débora Gomes.

 

A Rota das Grutas Peter Lund integra três unidades de conservação estaduais: o Parque Estadual do Sumidouro e os Monumentos Naturais Gruta Rei do Mato e Peter Lund.

 

O contrato com a concessionária foi formalizado em agosto de 2021 e prevê que sejam investidos cerca de R$ 12 milhões nos três espaços, que devem ser aplicados em melhorias estruturais e reformas, ao longo de 28 anos.

 

A concessão também deve gerar cerca de 120 empregos diretos e 2 mil indiretos, proporcionando uma economia na ordem de R$ 4 milhões anuais aos cofres estaduais.

 

Com informações do Governo de Minas  


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade