Publicidade

Estado de Minas LA CASA DE PAPEL

Confira as cidades escolhidas como codinomes dos personagens da série espanhola

Desde que foi lançada, há dois anos, a série La Casa de Papel conquistou muitos fãs brasileiros. A terceira parte inspirou o KAYAK, ferramenta de planejamento de viagens do mundo, a preparar uma lista para quem deseja viajar pelas cidades que dão nome aos personagens principais


postado em 30/07/2019 16:56 / atualizado em 31/07/2019 08:02

 

Tóquio, Japão

(foto: Timo Volz/Unsplash)
(foto: Timo Volz/Unsplash)
 

 

 

Personagem de maior destaque da série, Tóquio é uma mulher moderna e de atitude. Sua personalidade excêntrica combina perfeitamente com a cidade que lhe dá nome, urbana e cheia de energia. Com uma mistura de religiões, a cidade concentra templos budistas importantes. O Sensoji é talvez o mais famoso e antigo templo de Tóquio. Já o Santuário Meiji Jingu, é um famoso local sagrado para os adeptos do xintoísmo, que pode ser desfrutado junto a um passeio pelo Parque Yoyogi. As ruelas nostálgicas do Japão são um sucesso entre moradores e turistas, o OK Yokocho - também conhecido como OK Alley – é uma rua agitada com cerca de 30 bares e restaurantes exclusivos, para quem busca conhecer a fundo a cultura japonesa. A mais recente atração da cidade é o Tokyo Skytree, a torre mais alta do mundo e com uma visão 360 graus do horizonte da capital. A área de Okutama, longe dos centros de agitação, é repleta de montanhas, cavernas de calcário, parques de campismo e nascentes de água quente, para uma aventura ao ar livre cheia de nostalgia japonesa e americana. A cidade tem estações bem definidas e a viagem será uma experiência única e diferente em qualquer uma delas. Para quem deseja economizar, novembro é o mês com preços médios de passagens aéreas mais baixos.

 

Rio de Janeiro, Brasil

(foto: Carlos Altman/EM)
(foto: Carlos Altman/EM)
 


Um dos personagens mais adorados da série, o Rio é o mais jovem e compartilha a mesma energia animada da capital carioca. Quem deseja conhecer um dos destinos mais procurados no país não pode deixar de fazer alguns passeios clássicos pela cidade. Saindo da Praia Vermelha, o bondinho leva até o topo do morro Pão de Açúcar, de onde é possível apreciar a paisagem de cima. O Maracanã, que já foi cenário dos mais importantes clássicos do futebol brasileiro, oferece um tour por seus bastidores. No alto do Morro do Corcovado está o Cristo Redentor, um dos pontos turísticos mais clássicos e imperdíveis para quem visita a cidade. O Museu do Amanhã, com uma proposta pioneira, é um amplo espaço de debate e estudo sobre o futuro. Quem quer fugir do calor escaldante do Rio no verão, pode viajar para a cidade nos meses de junho a agosto, quando a temperatura está mais amena e chove menos. Por conta da baixa temporada, agosto é o mês em que as passagens aéreas para a cidade estão mais baratas. Para quem quer alta temporada, janeiro e fevereiro são a melhor pedida!
 
 

Nairóbi, Quênia

(foto: Tobias Andres/Unsplash)
(foto: Tobias Andres/Unsplash)
 


Carismática e comovente, a personagem Nairóbi é guiada por um forte instinto materno, o que combina com a capital do Quênia, que lhe dá  nome – uma cidade que mistura cores, sabores e uma fauna que fazem dela o lugar ideal para se ver a natureza de perto. Os passeios por Nairóbi normalmente incluem visitas ao Parque Nacional de Nairóbi, casa de animais como zebras, gnus, búfalos, girafas, leões, leopardos, hipopótamos, rinocerontes e mais de 400 espécies de aves. Dentro dele está o Orfanato de Animais de Nairobi e o Nairóbi Safari Walk, um centro educacional onde visitantes aprendem sobre a vida selvagem e a conservação de hábitats. O Parque Mamba Village é o lar de avestruzes e crocodilos e os visitantes têm a chance de interagir diretamente com os crocodilos,  e até mesmo segurar filhotes, sempre guiados por uma equipe experiente. No National Railway Museum é possível aprender sobre a história das ferrovias do Quênia, que estão no coração de sua história. O Bomas do Quênia, na estrada Lang'ata, é um reservatório da cultura queniana, onde visitantes podem ver exposições de casas tradicionais do Quênia – artefatos, danças, músicas e canções. A melhor época para se visitar o Quênia é entre janeiro – mês em que as passagens estão mais baratas – e março, no início do ano, e entre junho e setembro, quando a probabilidade de chuva é menor.
 

Helsinque, Finlândia

Tapio Haaja/Unsplash(foto: Timo Volz/Unsplash)
Tapio Haaja/Unsplash (foto: Timo Volz/Unsplash)
 

 

Capital da Finlândia, Helsinque é uma vibrante cidade costeira, com belas ilhas e grandes parques verdes. O ritmo da cidade é tranquilo e, ao mesmo tempo, revigorante, com ótimos restaurantes e casas noturnas. Design, arquitetura, cultura e compras são coisas legais de se explorar no local, além de áreas naturais como parques, florestas, lagos e a costa. Um terço de Helsinque é coberto por áreas verdes, e oferece possibilidades para atividades ao ar livre e relaxamento. O Restaurant Day é comemorado anualmente com um grande festival mundial de comida a cada terceiro sábado de maio. Nesse período, qualquer pessoa pode montar um restaurante em qualquer lugar. Isso significa que as pessoas comuns podem ser chefs e sommeliers, garantindo muita diversão e comida, além de maravilhosos encontros e memórias. A melhor época para se visitar a cidade é entre a primavera e o verão, de maio a setembro, quando as temperaturas estão mais amenas, pois o inverno apresenta temperaturas muito frias – como é o temperamento do personagem da série que recebeu seu nome. Em janeiro, na baixa temporada, os preços das passagens caem – junto com a temperatura.
 
 

Denver, Estados Unidos

(foto: Mark Ethel/Unsplash)
(foto: Mark Ethel/Unsplash)
 


Com sua localização urbana, a Denver Union Station Plaza pode parecer um local improvável para se encontrar produtos locais frescos. Contudo, a estação abriga um programa de apicultura urbana, em que é possível encomendar doces, bebidas e outras guloseimas feitas com mel produzido no local. O 16th Street Mall oferece 42 cafés ao ar livre ao longo do shopping, tornando o local perfeito para se comer e apreciar um bom café. Denver é o quarto centro mais movimentado dos Estados Unidos e conta com atrações como o LoDo Historic District, bairro mais antigo e lar de alguns dos principais restaurantes, galerias, lojas e boutiques mais conhecidos da cidade. No Capitólio do estado do Colorado é possível ter uma visão panorâmica dos picos cobertos de neve. O Museu de Arte de Denver é composto de dois prédios arquitetônicos impressionantes – um deles é uma estrutura de fortaleza do arquiteto italiano Gio Ponti e o outro uma estrutura que lembra um cristal de titânio com picos e cacos projetado por Daniel Libeskind. Dentro, encontra-se a maior coleção de arte indígena do mundo e obras de mestres europeus, clássicos do Velho Oeste e exposições itinerantes. O verão (de junho a agosto) é a época mais popular para se conhecer a cidade, com tardes quentes e noites frias. Para os que têm o preço como principal fator, o mês de março os preços das passagens são mais baixos.
 

Estocolmo, Suécia

(foto: Raphael Andres/Unsplash)
(foto: Raphael Andres/Unsplash)
 

 

Mônica, a refém que se apaixonou por Denver, também se juntou ao bando e agora é chamada de Estocolmo. Seguramente, a capital da Suécia é um dos destinos mais lindos da Europa.  A cidade abrange 14 ilhas e mais de 50 pontes em um arquipélago extenso no Mar Báltico. Com ruas pavimentadas com pedras arredondadas e construções de cor ocre, Gamla Stan (a cidade antiga) abriga a Catedral de Estocolmo (Storkyrkan), que data do século XIII, o Palácio Real de Estocolmo (Kungliga Slottet) e o Museu Nobel, dedicado ao Prêmio Nobel.

 
Seguro-viagem

Lembre-se de que ao viajar para a Europa é preciso contratar um seguro-viagem. Ele é obrigatório para dar entrada em todos os países que fazem parte do Tratado de Schengen. O acordo estabelece que a cobertura mínima seja de 30 mil euros e serve para garantir que os visitantes poderão arcar com possíveis acidentes pessoais que possam ocorrer durante a viagem. Uma das vantagens de contratar com o Seguros Promo é a possibilidade de comparar planos de seguros diferentes. Dessa forma, você garante o melhor valor e a melhor cobertura para sua viagem. A empresa faz parte do grupo Belvitur, com mais de 53 anos de atuação no setor de viagens de lazer e viagens empresariais.   
 
 



Os comentários não representam a opinião do jornal e são de responsabilidade do autor. As mensagens estão sujeitas a moderação prévia antes da publicação

Publicidade