Publicidade

Estado de Minas ATLÉTICO

Sistema defensivo do Atlético é destaque sob comando de Cuca; veja números

Desde a reestreia do treinador, foram 12 partidas sem sofrer gols


15/06/2021 07:24 - atualizado 15/06/2021 07:27

Defesa do Atlético vem tendo bom desempenho com Cuca(foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Defesa do Atlético vem tendo bom desempenho com Cuca (foto: Juarez Rodrigues/EM/D.A Press)
Depois de muitos anos incomodados com o sistema defensivo, os torcedores do Atlético se deparam com cenário diferente na temporada 2021. Sob comando de Cuca, o alvinegro melhorou os números e vê a defesa como uma das grandes qualidades da equipe.

Desde que o treinador reassumiu o comando da equipe, foram 22 partidas realizadas. Destas, o Galo passou 12 sem sofrer gols. Em apenas duas o Atlético sofreu mais de um gol (em ambas acabou derrotado de virada).
 
Por falar em derrotas, foram apenas três sob comando do treinador na temporada. O alvinegro ainda tem 15 vitórias e quatro empates. 
 
Para Cuca, o mérito não é apenas do sistema defensivo, mas de toda a equipe por entender a metodologia do trabalho diário na Cidade do Galo. “Você não toma gol por causa da defesa, toma gol por causa do conjunto”, disse o treinador, que lembrou erros cometidos que incomodaram bastante.
 
“Ainda tenho na cabeça o gol que tomamos do Tombense, que era uma bola nossa e levamos o contra-ataque, os dois gols do Fortaleza, que eram bolas nossas e levamos o mesmo contra-ataque, e o gol do América, em Barranquilla, que era uma bola nossa também e tomamos mais ou menos o mesmo contra-ataque. Estamos conseguindo corrigir isso, com cobertura, não expondo a zaga. Geralmente os atacantes vão ser mais velozes que os zagueiros, isso aí é mundial. Você não tem que apostar corrida com eles, você tem que se posicionar melhor”, completou.
 
Cuca ainda fez questão de elogiar os zagueiros do elenco. No momento, Réver e Gabriel tentam aproveitar as chances para substituir à altura Junior Alonso, que está com a Seleção Paraguaia na disputa da Copa América.
 
“A gente tem feito com maestria (melhora no posicionamento), tanto o Gabriel, o Réver, o Igor, quem tem entrado enquanto o Alonso está servindo a seleção tem jogado muito bem. Hoje a gente está muito satisfeito com eles e tomara que tenhamos continuidade, porque são jogadores muito importante para nós”, concluiu.

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade