Publicidade

Estado de Minas CAMPEONATO BRASILEIRO

Para manter sonho vivo, Atlético recebe reserva dos Santos no Mineirão

Equipes se enfrentam nesta terça, às 20h, pela 28ª rodada do Brasileiro


26/01/2021 08:28 - atualizado 26/01/2021 08:31

Hyoran tem sido o destaque do Atlético nos últimos jogos(foto: Pedro Souza/Atlético)
Hyoran tem sido o destaque do Atlético nos últimos jogos (foto: Pedro Souza/Atlético)
Na última semana, o torcedor do Atlético viveu da esperança à desilusão. Em três jogos, foram apenas quatro pontos somados: venceu o Atlético-GO, empatou com o Grêmio e perdeu para o Vasco. Agora, o time dirigido pelo técnico Jorge Sampaoli mira uma vitória contra os reservas do Santos para aumentar as chances de título do Campeonato Brasileiro - que despencaram de 20% para 8,4% em sete dias. A bola rola às 20h desta terça-feira, no Mineirão, em partida adiada da 28ª rodada.

Vencer o jogo atrasado é fundamental para as pretensões atleticanas na busca pelo sonhado título nacional, que não conquista desde 1971. Em quarto lugar, a equipe alvinegra soma, em 31 rodadas, 54 pontos - oito a menos que o líder Internacional em 32 partidas. Se triunfar em casa, ultrapassa o Flamengo (55) e se aproxima do segundo colocado São Paulo (58).

“É um jogo difícil para nós, é mais uma final. Sabemos que não podemos mais perder pontos. O campeonato está difícil, mas temos que acreditar até o fim. Não acredito que tenha reserva ou titular, pois quem entra é o Santos. É um jogo difícil, mas temos que nos impor dentro de casa. Não podemos mais perder pontos. A gente acredita muito ainda no título. E é isso que a gente vai buscar”, declarou o volante Jair.

Mesmo time?

Da imposição contra o Atlético-GO, passando pelo jogo mais reativo diante do Grêmio até a péssima atuação defensiva no revés para o Vasco, o Atlético mostrou diferentes facetas. Para a partida diante do Santos, a expectativa é que o time proponha o domínio ofensivo, mas sem apresentar tanta vulnerabilidade na marcação, que tem sido uma constante. Nas 31 rodadas, foram 41 gols sofridos - média de 1,32, superior a todos os campeões brasileiros desde que os pontos corridos passaram a ser disputados com 20 clubes.

A irregularidade defensiva pode fazer Sampaoli modificar o time novamente. Nos últimos três jogos, o treinador não repetiu a dupla de zaga. Foram testados Réver e Junior Alonso; Igor Rabello e Réver; e Gabriel e Junior Alonso. Reserva diante do Vasco, o capitão Réver pode recuperar a vaga ocupada por Gabriel.

No ataque, o chileno Eduardo Vargas ainda não conseguiu se firmar como grande estrela da equipe. Em nove partidas, fez apenas um gol e distribuiu duas assistências. Reserva desde a chegada do xará, Eduardo Sasha entrou na última partida, contribuiu com um gol e uma assistência e pode recuperar lugar na equipe.

O adversário

Em 31 jogos, o Santos soma 45 pontos e ocupa a 10ª posição no Brasileiro. Sem grandes pretensões na competição nacional, o time concentra todas as forças na final da Copa Libertadores contra o Palmeiras, no próximo sábado, no Maracanã.

O técnico Cuca resolveu poupar quase todo o time no jogo diante do Atlético. Dos titulares, apenas o goleiro John viajou a Belo Horizonte. Os outros continuam a preparação para a decisão continental.

Por isso, a escalação santista é uma incógnita. A tendência é que Cuca monte uma equipe cheia de jovens. Os mais experientes devem ser Madson (29 anos), Laércio (27) e Jean Mota (27).

ATLÉTICO X SANTOS

Atlético
Everson; Guga, Réver (Gabriel ou Igor Rabello), Junior Alonso e Guilherme Arana; Allan, Jair e Hyoran; Savarino, Keno e Eduardo Vargas
Técnico: Jorge Sampaoli

Santos
John; Madson, Laércio (Luiz Felipe), Alex e Wagner Leonardo; Vinicius Balieiro (Guilherme Nunes), Jean Mota e Lucas Lourenço; Tailson, Bruno Marques (Marcos Leonardo) e Arthur Gomes
Técnico: Cuca

Motivo: 28ª rodada do Campeonato Brasileiro
Data e horário: terça-feira, 25 de janeiro de 2021, às 20h (de Brasília)
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Paulo Roberto Alves Júnior (PR)
Assistentes: Ivan Carlos Bohn (PR) e Rafael Trombeta (PR)
VAR: Pablo Ramón Gonçalves Pinheiro (RN)

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade