Publicidade

Estado de Minas CRUZEIRO

Felipão indica contratações para ter Cruzeiro 'mais experiente' e analisa trio de reforços

Técnico pediu calma para decidir sobre inscrições de Angulo, Índio e Giovanni


21/10/2020 13:00 - atualizado 21/10/2020 18:24

Luiz Felipe Scolari pregou cautela para definir sobre novas contratações(foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro )
Luiz Felipe Scolari pregou cautela para definir sobre novas contratações (foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro )
Luiz Felipe Scolari quer um Cruzeiro ‘mais experiente’ para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro. Em sua primeira entrevista como treinador do clube, após a vitória por 1 a 0 sobre o Operário, em Ponte Grossa-PR, o treinador antecipou que conversará com o departamento de futebol para buscar atletas com este perfil. No duelo dessa terça-feira, o time celeste que iniciou a partida tinha média de idade de 26 anos; o adversário, de 30. 
“Sobre reforços, possibilidade de contratações, tenho conversado, vou conversar com Deivid, presidente (Sérgio Santos Rodrigues) e (José Carlos) Brunoro (consultor do departamento de futebol). São as pessoas com as quais eu conversei em Porto Alegre. Eu tenho que observar alguns detalhes desse nosso grupo, algumas situações que nós ficamos com muito menos experiência para jogar uma Série B do que outras equipes. São detalhes que, no decorrer da semana, dos treinamentos, vamos conversar. Vamos ver o que vai acontecer”, disse.

Felipão destacou que, na partida diante do Operário, o Cruzeiro entrou em campo com cinco jogadores oriundos das categorias de base. Foram escalados como titulares o zagueiro Cacá, o lateral-esquerdo Matheus Pereira e os volantes Jadsom e Adriano. O outro jovem do time titular foi Rafael Luiz, de 18 anos, contratado ao Sport em agosto.

No decorrer do segundo tempo, Felipão ainda colocou Maurício em campo. O meio-campista é outro que teve parte da formação realizada nas categorias de base do Cruzeiro. No elenco, ainda há outros 10 pratas da casa. São eles os goleiros Lucas França, Vitor Eudes e Vinícius; o zagueiro Paulo; o meia Marco Antônio, além dos atacantes Thiago, Zé Eduardo, Stênio, Vinícius Popó e Welinton

Angulo, Giovanni e Matheus Índio

Apesar do desejo do novo treinador, o Cruzeiro já acertou com reforços que passaram pelos crivos de Enderson Moreira e Ney Franco, ex-treinadores da equipe. São eles os meias Giovanni, ex-Coritiba, e Matheus Índio, ex-Estoril-POR, além de Angulo, que pertence ao Palmeiras e está emprestado ao clube mineiro. 
Matheus Índio e Giovanni durante treino do Cruzeiro em Atibaia, no último dia 12. Angulo busca se recuperar de lesão muscular (foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
Matheus Índio e Giovanni durante treino do Cruzeiro em Atibaia, no último dia 12. Angulo busca se recuperar de lesão muscular (foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)

Os três já treinam na Toca da Raposa II há algumas semanas e aguardam que a Fifa libere o Cruzeiro do ‘transfer ban’. A punição foi imposta ao clube no início de setembro em função de um débito com o Zorya, da Ucrânia, pela aquisição dos direitos econômicos do atacante Willian, em 2013. Na última semana, a direção celeste conseguiu quitar a dívida de cerca de R$ 7 milhões com ajuda de um patrocinador.

Questionado sobre as intenções com os três jogadores para a sequência da temporada, Felipão revelou que pediu a inscrição de apenas um deles inicialmente. Ele não revelou qual foi o atleta escolhido. Isso acontece porque o Cruzeiro tem um número limitado de atletas que pode registrar para a disputa da Série B. 

“Acredito que eu tenha solicitado a inscrição de um desses três porque eu tenho que ver, que pensar. Se não me engano, tenho três ou quatro inscrições, eu tenho que saber como vou fazer. Tenho, pelo menos, que conhecer algumas qualidades”, disse.

“O Angulo eu conheço muito bem, foi meu jogador no júnior do Palmeiras. Eu tinha lá o conhecimento do jogador. O Matheus Índio eu não o conheço. Jogou em Portugal, recebi informações de Portugal, dos meus amigos, e o Giovanni é o jogador que conhecemos. Subiu com o Coritiba, subiu com o Atlético-GO se não me engano [na verdade, ele subiu com o Goiás], mas eu também tenho que saber como vou usar, quais são as características principais, como e

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade