Publicidade

Estado de Minas Série B

Louzer pode assumir o Cruzeiro

Técnico da Chapecoense já teria acertado detalhes para comandar equipe celeste, mas multa contratual pode dificultar acordo. Nome do treinador deve sair até sexta-feira


14/10/2020 04:00 - atualizado 14/10/2020 02:49

Umberto Louzer, de 40 anos, aceitou condições oferecidas pela diretoria cruzeirense e aguarda apenas acerto entre os clubes (foto: Márcio Cunha/Chapecoense)
Umberto Louzer, de 40 anos, aceitou condições oferecidas pela diretoria cruzeirense e aguarda apenas acerto entre os clubes (foto: Márcio Cunha/Chapecoense)
Depois de ter convites recusados por Lisca e Felipão, o Cruzeiro partiu para o ‘plano C’ na busca por um novo treinador. Na manhã de ontem, o clube acertou os detalhes para contratar Umberto Louzer, de 40 anos, técnico da Chapecoense.

Ele já aceitou as condições oferecidas pela Raposa e aguarda agora um acordo entre os clubes. Há multa rescisória para ser paga aos catarinenses, que não abrem mão do valor integral inicialmente. O Cruzeiro conta com ajuda de parceiros para fazer o aporte financeiro. A informação sobre o interesse celeste foi divulgada pela Rádio Chapecó.


Umberto Louzer foi contratado pela Chapecoense em fevereiro. Desde então, foram 24 jogos, 14 vitórias, oito empates e duas derrotas. O Verdão do Oeste é o atual 3º colocado da Segunda Divisão, com 26 pontos em 13 jogos – dois a menos do que o líder Cuiabá, que soma 32.

Antes da Chapecoense, Louzer treinou clubes como Guarani (2018), Villa Nova (2019) e Coritiba (2019). Ele começou a carreira como auxiliar-técnico do Paulista de Jundiaí e ocupou o mesmo cargo no Guarani, onde trabalhou com Lisca. De acordo com seu perfil no Instagram, ele tem a licença A do curso de treinadores da Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

Se os detalhes não impedirem um acordo, Louzer será o quarto técnico do Cruzeiro nesta temporada. Antes deles, já passaram pela Toca da Raposa Adilson Batista, Enderson Moreira e Ney Franco. Os três trabalhos fracassaram. O maior desafio do clube é garantir o acesso à Série A do Campeonato Brasileiro.

Atualmente, o clube celeste é apenas o vice-lanterna da Série B, com 12 pontos. Primeiro clube fora do Z4, o Botafogo-SP soma 14. Já o América, quarto colocado e primeiro na zona de classificação à Série A, tem 26 pontos - 14 a mais do que a Raposa.

Realidade


Com dívida total que chega a R$ 1 bilhão, o Cruzeiro vive a maior crise financeira de sua história. Sem dinheiro, as chances de a diretoria contratar um técnico de renome no mercado diminuíram. Em entrevista à Fox Sports, o presidente do clube, Sérgio Santos Rodrigues, disse que a Raposa está em busca de um grande nome para substituir Ney Franco, “mas com os pés no chão”.

“Em relação ao técnico, a gente acredita que está no perfil que procuramos esta característica que você colocou (treinador de renome), técnicos com títulos no currículo, que entendem a grandeza do Cruzeiro. Entre os que a gente está conversando, o perfil se adequa a isso”, disse o presidente sem mencionar nomes.

Sérgio Rodrigues admitiu que o Cruzeiro pode ir em busca de um plano C, conforme publicou o Superesportes na segunda-feira. “A gente tem que trabalhar com planos B, planos C por conta do orçamento. Alguns técnicos com esse perfil talvez não aceitariam receber o que a gente conseguiria pagar hoje. O que eu não consigo é prometer e não cumprir. Estamos em busca desse grande nome, mas sempre com pés no chão”, disse.

Sérgio Rodrigues afirmou que o Cruzeiro fez “diversos contatos” com treinadores, mas evitou revelar os nomes. O presidente destacou que, assim como ocorre no mercado corporativo, a diretoria tem entrevistado os postulantes ao cargo e identificado o melhor perfil para assumir o time. Sérgio Rodrigues acredita que até na sexta-feira, dia do jogo entre Cruzeiro e Juventude, às 21h30, no Mineirão, o time já tenha um novo treinador. “Estamos confiantes que sim, até sexta teremos este nome”.


*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade