UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Novamente no Nordeste, Bolsonaro faz 'motociata' com apoiadores

Presidente vem participando de motociatas na região para poder aumentar sua popularidade. Segundo o Datafolha, Lula derrota Bolsonaro por 58% a 19% no Nordeste


01/07/2022 16:05 - atualizado 01/07/2022 18:56

Presidente da República Jair Bolsonaro participa da motociata
O presidente foi recebido por apoiadores e fez um passeio de moto pela cidade em direção às obras do rodoanel que liga as BRs 324 e 116 (foto: Clauber Cleber Caetano/PR)
O presidente Jair Bolsonaro (PL) visitou Feira de Santana, na Bahia, nesta sexta-feira (1/7), e participou de uma motociata com apoiadores. No último mês, o presidente participou quatro vezes desse tipo de evento no Nordeste.

Bolsonaro chegou à Bahia na manhã desta sexta e cumpre dois dias de agenda no estado. 

O presidente foi recebido por apoiadores e fez um passeio de moto pela cidade em direção às obras do rodoanel que liga as BRs 324 e 116.

Durante o ato simbólico na cidade, o presidente fez entregas referentes ao programa de microcrédito do Banco do Nordeste. Bolsonaro também assinou ordem de serviço para implantação de sistemas de dessalinização no estado.


O pré-candidato ao governo da Bahia e ex-ministro da Cidadania João Roma acompanhou o presidente de carona na motocicleta conduzida por Bolsonaro. 

Além dele, o ministro do Turismo, Carlos Brito, e a presidente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Larissa Peixoto, também integram a comitiva.


Nordeste é o foco da campanha presidencial


De acordo com o Datafolha, divulgado no 23 de junho, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) segue soberano no Nordeste, segunda região mais populosa do país, com 27% dos eleitores, onde derrota Bolsonaro por 58% a 19%.
 
Já o atual presidente mantém uma fortaleza no Centro-Oeste, região com 7% da população votante, onde tem 40%. No também populoso Sudeste, lar de 42% dos brasileiros, Lula tem 43%, e Bolsonaro, 29%.
 
O presidente vai melhor do que sua média entre os homens (36%, ante 44% de Lula) e aqueles que ganham mais: tem 44% no grupo com renda mensal de cinco a dez salários mínimos e 47% entre os que ganham mais de dez.
 
Esses dois segmentos, contudo, somam 11% da população.
 
No grupo de quem ganha até dois salários mínimos e que compõem 52% da amostra populacional do Datafolha, Lula vence o presidente por 56% a 22%.



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade