UAI
Publicidade

Estado de Minas ELEIÇÕES 2022

Porchat diz apoiar Ciro, declara voto em Lula e xinga Bolsonaro: 'Verme'

Apesar disso, afirmou que caso Lula tenha chances de ganhar em primeiro turno, ele deve trocar o voto para garantir saída de Bolsonaro


15/06/2022 16:09 - atualizado 15/06/2022 16:42

Porchat usa fone e fala ao microfone em podcast
Porchat esteve no podcast 'Papagaio Falante', de Sérgio Mallandro e Renato Rabelo (foto: Youtube/Reprodução)

O humorista Fábio Porchat declarou voto em Ciro Gomes (PDT) durante entrevista ao podcast "Papagaio Falante”,  de Sérgio Mallandro e Renato Rabelo. 
Porchat disse que apesar de votar no ex-ministro, caso o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tenha chances de ganhar em primeiro turno contra o presidente Jair Bolsonaro (PL), ele deve mudar de voto para “garantir” a saída do chefe do Executivo federal da presidência.
“Eu já declarei meu voto [antes]. Vou votar no Ciro Gomes (PDT). Gosto muito do Ciro, acho ele um ótimo candidato, muito preparado. Acho que a gente precisa parar um pouco de polarizar e tal”, disse Porchat. “Agora, se chegar agosto e o Ciro continuar com 7% [das intenções de voto, segundo as pesquisas] e o Lula puder ganhar no primeiro turno, para tirar esse animal, esse verme, esse câncer que está no poder, eu vou pintado de estrela vermelha, cantando ‘Lula lá’, voto apertando 13 trezentas vezes”, brincou o apresentador.

Na sequência, Porchat criticou Bolsonaro. “A verdade é que a gente está lidando com um cara que é abjeto, que não tem humanidade. É uma pessoa que, durante a pandemia que matou 670 mil pessoas no Brasil, imitava gente morrendo engasgada. Ele ri disso, fala ‘não sou coveiro’. Não está nem aí para as pessoas”, continuou



Para Porchat, o presidente não tem “a menor dignidade''. “Antes de a gente falar em corrupção — e tem muita corrupção nesse governo —, a gente tem que falar de dignidade humana. Isso não é gente, isso é sub-gente. Isso é rato, isso é verme”, acrescentou o comediante.

“Não dá para ter um país comandado por verme — e ainda por cima um verme incompetente e um cara vagabundo que não trabalha. Ele trabalha menos que estagiário. Esse cara precisa ser tirado, de algum jeito, de alguma forma”, concluiu.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade