UAI
Publicidade

Estado de Minas MINAS GERAIS

Avante oficializa pré-campanha de André Janones à presidência da República

Ideia de tê-lo como candidato ao Planalto foi mencionada durante encontro com prefeitos neste domingo (28)


28/11/2021 19:41 - atualizado 28/11/2021 20:08

O deputado federal André Janones (Avante-MG)
Janones tenta emplacar candidatura à presidência da República (foto: Marcos Vieira/EM/D.A Press)
O Avante oficializou, neste domingo (28/11), a pré-candidatura do deputado federal mineiro André Janones à presidência da República. O pontapé inicial à pré-campanha foi dado durante encontro de prefeitos do partido em Jaboticatubas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A ideia é apresentar Janones como alternativa à polarização entre Jair Bolsonaro (sem partido) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

Famoso por sua defesa ao auxílio emergencial durante as sessões da Câmara dos Deputados, Janones crê que sua eventual participação na disputa presidencial representa o que chama de "clamor da população"."Nosso projeto vem de baixo para cima", disse ele, neste domingo, ao Estado de Minas.

O parlamentar acredita que os números obtidos em suas redes sociais evidenciam o dito desejo popular. "Temos engajamento mensal de cerca de 40 milhões de brasileiros. Por trás de cada número, você tem uma pessoa que tem anseios e desejos. Não estão satisfeitos com a política desenvolvida no país, mas também não querem regredir e voltar ao passado. A gente está mostrando à população, através do lançamento da nossa pré-candidatura, que é possível ter uma opção diferente", afirmou, em menção indireta a Lula e Bolsonaro.

Janones já tem feito eventos, inclusive, longe das fronteiras de Minas Gerais. Recentemente, por exemplo, esteve no Rio de Janeiro e em Goiânia. "Nosso grande desafio agora é dialogar com outros públicos, com o empresariado. Mostrar propostas concretas para a economia e que estamos preparados para esse desafio de disputar uma candidatura presidencial".

Para alavancar o mineiro, o Avante pensa em estratégias como a utilização de um ônibus com o rosto de Janones. Neste domingo, 14 prefeitos mineiros se filiaram à sigla. A agremiação, que elegeu 50 mandatários municipais em 2020, quer se aproximar da marca de 100.

O deputado federal Luis Tibé (MG), presidente do Avante, apresentou o planejamento estratégico do partido para 2022. A agremiação tem feito encontros locais para debater a próxima eleição.

"Muitos partidos, ao criticarem o Avante, o colocam como um partido de visão de empresa, como se isso fosse algo ruim. Infelizmente, ainda estão estacionados na velha política. Este planejamento estratégico mostrado hoje, bem como as metas superadas do planejamento passado, coroam este crescimento imenso do partido", falou ele.

Senado também é objetivo

Paralelamente às articulações nacionais, o Avante quer o presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Julvan Lacerda, como candidato ao Senado Federal. Julvan, de trajetória no MDB, recebeu o convite oficial para se transferir ao grupo de Tibé na última quinta-feira (25).

De volta ao plano nacional, Minas Gerais pode ter outro pré-candidato ao Planalto: trata-se de Rodrigo Pacheco (PSD), presidente do Congresso Nacional. A participação dele na disputa é desejo de Gilberto Kassab, líder da direção nacional pessedista. Na última semana, Pacheco deu acenos favoráveis à ideia durante evento do PSD. Ele garantiu que estará, com "o coração", a serviço do partido.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade