UAI
Publicidade

Estado de Minas ARTICULAÇÃO

Avante convida oficialmente Julvan Lacerda para disputar o Senado por Minas

Embora o presidente da Associação Mineira de Municípios adote cautela para tratar do assunto, pessoas próximas à negociação não escondem otimismo


25/11/2021 19:13 - atualizado 25/11/2021 19:31

Julvan Lacerda, presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM)
Julvan Lacerda, presidente da AMM, é cotado para disputar o Senado (foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press)
O presidente da Associação Mineira de Municípios (AMM), Julvan Lacerda, recebeu oficialmente nesta quinta-feira (25/11) o convite do Avante para se filiar à legenda e disputar o Senado Federal. Segundo apurou o Estado de Minas, interlocutores próximos ao partido e a Julvan estão otimistas com o "sim" do ex-prefeito de Moema. A ideia de levá-lo ao Avante, já debatida informalmente há algum tempo, foi levada a ele pelo deputado federal Luís Tibé, que comanda o diretório nacional da sigla.


Julvan ainda está filiado ao MDB e deve se posicionar oficialmente sobre o seu futuro político nesta sexta-feira (26/11). A vontade do Avante é filiá-lo ainda neste mês.


À reboque do presidente da AMM, o partido deve receber prefeitos. O movimento para atrair líderes municipais já tem sido feito e, nesta quinta-feira, alguns deles vão se filiar em um evento em Boa Esperança, no Sul de Minas.

Em 2020, o Avante conquistou 50 prefeituras mineiras - em crescimento de 834%. Agora, o partido mira registrar novos mandatários locais para se aproximar da marca de 100 prefeitos no estado.

Os políticos locais são, justamente, a esperança para alavancar a eventual candidatura de Julvan.

No Avante, outra ideia para impulsionar o nome do dirigente é retratá-lo em um ônibus que tem rodado Minas Gerais. O veículo tem, na lataria, o rosto do deputado federal André Janones, que já confirmou a pré-candidatura à presidência da República.

Se Julvan deixar, de fato, o MDB, será a segunda perda recente do partido. Ontem, o ex-deputado estadual Adalclever Lopes oficializou ingresso no PSD. Ele é um dos principais articuladores do prefeito Alexandre Kalil.

Disputa pelo Senado em Minas esquenta


Em 2022, os eleitores mineiros irão às urnas para escolher o dono de um dos três assentos do estado no Senado Federal, neste momento ocupado por Antonio Anastasia (PSD). Nos últimos dias, as conversas em torno da disputa ganharam corpo.

No PSD, tem surgido o nome de Alexandre Silveira, presidente estadual da sigla e suplente de Anastasia. Ontem, o EM mostrou que, durante evento na Zona da Mata mineira, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco, recém-filiado à legenda, disse aos presentes que Silveira está escalado para a corrida à vaga de senador.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade