UAI
Publicidade

Estado de Minas "BRINCADEIRA"

Vídeo: prefeito desafia vereador no crossfit e promete calçamento de rua

Post foi apagado e tratado como brincadeira; assessoria da Prefeitura de Divinópolis disse que desafio foi feito em momento de descontração na academia


12/11/2021 18:42 - atualizado 12/11/2021 19:02

Dois homens sentados
O vereador Flávio Marra e o prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo, afirmaram que desafio foi brincadeira em um momento pessoal (foto: Reprodução de vídeo)
Strict handstand por uma rua calçada. Este foi o desafio feito pelo prefeito de Divinópolis, Gleidson Azevedo (PSC), a um vereador da base. O político “crossfiteiro” usou as redes sociais, logo pela manhã desta sexta-feira (12/11), para desafiar o parlamentar (veja o vídeo abaixo). 

A "brincadeira", por questões óbvias, não foi vista com bons olhos e não demorou para o vídeo ser rapidamente apagado. Entretanto, não tão rápido a ponto de não “cair na rede”.

A assessoria de comunicação disse que “foi um momento de descontração do prefeito”. “Que estava na academia e quis fazer uma brincadeira com o vereador”, afirmou a assessoria da Prefeitura de Divinópolis, no Centro-Oeste de Minas.



A prática da atividade física é, geralmente, a primeira postagem do dia de Azevedo. Hoje, ela foi diferente. Ao saber que o vereador Flávio Marra (Patriota) começou a praticar crossfit, usou o Instagram, com pouco mais de 80 mil seguidores, e fez um desafio prometendo calçamento de rua.

“Estou sabendo que você está fazendo crossfit e até o seu sobrenome é marra. Agora quem vai tirar marra sou eu”, brincou, lançando o desafio.

“Handstand Strict no tatame. Vou fazer 20. Se você fizer mais de 20, você pode escolher qualquer rua aqui de Divinópolis que eu calço para você, beleza?”.

Na sequência, o prefeito fez as 20 handstands prometidas. O exercício é uma modalidade em que o praticante fica de ponta cabeça se apoiando com os braços e os flexionando.
 

"Momento pessoal"

No final da tarde de hoje, o vereador, ao lado do prefeito, gravou um novo vídeo (abaixo) reafirmando que não passou de uma brincadeira em um “momento pessoal”. Ele também tentou desvincular os perfis pessoais no Instagram da vida pública.

“Hoje de manhã, em um momento de descontração, eram 7h, um momento pessoal, a gente faz crossfit, você (se referindo ao prefeito) fez uma brincadeira, me marcou no seu Instagram pessoal, não foi no da prefeitura, no meu pessoal, não foi do Flávio vereador, falando que se eu fizesse 20 exercícios poderia escolher uma rua para calçar. Primeiro, que tem muitas ruas para calçar, estou aqui na prefeitura todos os dias te pedindo alguma demanda, para calçar alguma rua. Quero falar para a população que foi uma brincadeira”, declarou o parlamentar.



Marra ainda contou ter recebido vários pedidos de indicação de ruas após a veiculação do vídeo.

“Falo isso porque meu telefone não parou de tocar, pede a minha, pede a minha... Nada mais, nada menos que uma brincadeira”, reafirmou.

O prefeito também usou o argumento de “vida pessoal”, embora o perfil seja utilizado diariamente com publicações relacionadas ao cargo e às atividades públicas.

“Foi um momento da minha vida pessoal, todo mundo sabe que eu faço crossfit todos os dias. Numa forma inocente, eu falei isso”, se explicou.


“Conchavos”

A brincadeira rendeu critica da oposição. A vereador Lohanna França (Cidadania) o acusou de ferir os princípios da administração pública.

“A fala do prefeito, mesmo que em brincadeira, confirma o que tenho dito (e o que ele mesmo disse na rádio): a distribuição do recurso público nas obras de pavimentação serão feitas com base em conchavos e amizades políticas, não priorizando o interesse público e as necessidades das pessoas. Cabe lembrar que a impessoalidade e a moralidade são princípios da administração pública, claramente feridos pela administração”, declarou.


Calçamento de ruas

Essa não é a primeira vez que “calçamento e vereadores” compõem uma frase do prefeito. Em entrevista a uma emissora de rádio local no final de outubro, ele afirmou que os R$ 15 milhões referentes à parte da indenização da Vale e destinados ao município como compensação aos danos de Brumadinho terão essa finalidade e que as ruas serão definidas com “alguns vereadores”.

*Amanda Quintiliano - Especial para o EM


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade