UAI
Publicidade

Estado de Minas XINGOU MANIFESTANTES

'Parte da natureza humana', diz Queiroga sobre gesto obsceno para protesto

Ministro da Saúde mostrou o dedo do meio para um grupo que fazia um protesto a favor do impeachment do presidente Jair Bolsonaro em Nova York


05/10/2021 15:38 - atualizado 05/10/2021 16:28

Ministro da Saúde mostra dedo médio para apoiadores
Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga (foto: Redes Sociais/Reprodução)
O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, comentou nesta terça-feira (5/10) os gestos obscenos que fez para manifestantes em Nova York, nos Estados Unidos. O chefe da pasta da Saúde,  mostrou o dedo do meio para um grupo que fazia um protesto a favor do impeachment do presidente Jair Bolsonaro  (sem partido), em 21 de setembro. 
 
Para Queiroga, a falha faz "parte da natureza". 
 
“Naturalmente, nós somos humanos e é da natureza humana existirem falhas. Tem aquela parábola clássica da Bíblia, em que Jesus disse: ‘Quem não tiver pecado, que atire a primeira pedra’”, afirmou o ministro da Saúde.
 
 
Ainda de acordo com Queiroga, ele trabalha pelo Brasil. “Nós sempre fazemos análise do que fazemos da maneira correta, do que podemos melhorar. É sempre um caminhar, um avançar”, disse.
 
Durante viagem para NY, Queiroga fez um gesto obsceno para manifestantes. Um grupo pequeno protestava contra o mandatário brasileiro na calçada em frente à residência da missão nacional junto à ONU, onde a comitiva brasileira foi recepcionada para um jantar.

Na rua, um caminhão com um telão exibia frases em inglês com críticas ao presidente, como "Bolsonaro is burning the Amazon" (Bolsonaro está queimando a Amazônia).
 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade