UAI
Publicidade

Estado de Minas CORONAVÍRUS NO GOVERNO

Com COVID-19, Eduardo Bolsonaro sugere que fez uso de tratamento precoce

Filho 03 do presidente questionou o passaporte sanitário de vacinação e disse que há estudos questionando eficácia de imunizante


24/09/2021 16:17 - atualizado 24/09/2021 16:28

O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi diagnosticado com COVID-19
O deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) foi diagnosticado com COVID-19 (foto: Reprodução/redes sociais)

Diagnosticado com COVID-19 , o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP)
, sugeriu nas redes sociais nesta sexta-feira (24/9) que fez uso de "tratamento" precoce . O filho do presidente Jair Bolsonaro frisou que não considera a vacina "inútil" , mas questionou sua eficácia e posicionou-se contra o passaporte sanitário de vacinação. Vale destacar que não existe tratamento precoce contra o coronavírus.
"Sabemos que as vacinas foram feitas mais rápidas do que o padrão. Tomei a 1ª dose de Pfizer e contraí COVID. Isso significa que a vacina é inútil? Não creio. Mas é mais um argumento contra o passaporte sanitário. Estudos sobre efeitos colaterais e eficácia estão ocorrendo agora".



Em um print que acompanhou a publicação e publicação seguinte, o filho do presidente afirmou que está se sentindo bem e disse que iniciou o tratamento imediatamente, mas não disse as substâncias que utilizou.


Defesa do tratamento precoce

Em participação na 76ª Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas, o presidente Jair Bolsonaro - chefe de Estado responsável pela abertura do evento - discursou a favor do tratamento precoce. A declaração virou motivo de críticas em outras comitivas, no Brasil e também na imprensa internacional.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade