UAI
Publicidade

Estado de Minas CPI DA COVID

CPI da COVID ouve Pedro Benedito, diretor-executivo da Prevent Senior

Segundo denúncias apresentadas à CPI, a operadora pressiona médicos para prescreverem o tratamento precoce e assedia pacientes para aceitar


22/09/2021 10:03 - atualizado 22/09/2021 10:17

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID no Senado Federal ouve nesta quarta-feira (22/9) o diretor-executivo da operadora de saúde Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior.  Segundo denúncias apresentadas à integrantes da comissão , existe uma possível pressão para que os  médicos conveniados prescrevessem o tratamento precoce para COVID-19 , sem eficácia comprovada,  e pacientes que teriam sido assediados para aceitar os medicamentos .

O requerimento para convocação de Pedro Benedito Júnior foi apresentado por Humberto Costa (PT-PE). O senador ressalta que a aquisição, distribuição e indução ao uso dos medicamentos como a cloroquina e a hidroxicloroquina, “que compõem com outros medicamentos o chamado kit covid e a terapêutica do ‘tratamento precoce’ eleita pelo governo federal como política pública para enfrentamento da covid-19, por diretriz do presidente Jair Bolsonaro, revelam inadequado investimento de recursos públicos em medida sanitária desprovida de respaldo científico”.

Diretor-executivo da operadora de saúde Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior
Diretor-executivo da operadora de saúde Prevent Senior, Pedro Benedito Batista Júnior (foto: Agência Senado)
Segundo Humberto Costa, diversos usuários da Prevent Senior têm procurado os membros da CPI para denunciar essa política. Sem fazer referência ao nome do denunciante, o senador cita no requerimento uma dessas mensagens:

“Minha companheira testou positivo ontem e ao passar pela consulta o médico disse que era protocolo da empresa oferecer o kit. Ela recusou. Mais tarde, em casa, recebeu um telefonema de um funcionário insistindo em que ela aceitasse tomar o kit com cloroquina, porque era o único remédio para isso, e que se a doença ficasse pior, não tinha o que fazer, a não ser entubar”, diz mensagem inserida no requerimento do senador.

A comissão havia agendado o depoimento do empresário para a quinta-feira da semana passada, mas foi comunicada pela equipe de advogados que ele se ausentaria por não ter tido tempo suficiente para se programar e estar presente à CPI. Pedro Benedito Júnior obteve do Supremo Tribunal Federal (STF) habeas corpus que lhe garante o direito constitucional de permanecer em silêncio em questionamentos que possam incriminá-lo.

O que é uma CPI?

As comissões parlamentares de inquérito (CPIs) são instrumentos usados por integrantes do Poder Legislativo (vereadores, deputados estaduais, deputados federais e senadores) para investigar fato determinado de grande relevância ligado à vida econômica, social ou legal do país, de um estado ou de um município. Embora tenham poderes de Justiça e uma série de prerrogativas, comitês do tipo não podem estabelecer condenações a pessoas.

Leia também:  Entenda como funciona uma CPI


O que a CPI da COVID investiga?



receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade