Publicidade

Estado de Minas

Carreata de fretadores faz buzinaço na Assembleia: 'O turismo pede socorro'

Os manifestantes protestam contra o PL 1.155/2015, que prevê nova regulamentação no sistema de transporte fretado


15/09/2021 13:09 - atualizado 15/09/2021 13:38

Buzinaço contra o PL 1.155/2015 na porta da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG)(foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
Buzinaço contra o PL 1.155/2015 na porta da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) (foto: Leandro Couri/EM/D.A Press)
A carreata dos fretadores de ônibus e vans que saiu da Cidade Administrativa, na Região de Venda Nova, e da área do Mineirão, na Região da Pampulha, nesta quarta-feira (15/9), chegou à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) na Região Centro-Sul. Manifestantes protestam contra o projeto de lei que prevê nova regulamentação no sistema de transporte fretado.
 
 
(foto: Alessandro Carvalho/Divulgação)
(foto: Alessandro Carvalho/Divulgação)

A insatisfação foi com o PL 1.155/2015, de autoria do deputado Alencar da Silveira Júnior (PDT), aprovado em segundo turno em 31 de agosto no legislativo. Cartazes pedem para vetar o projeto. “Deixa o fretador trabalhar”, “O turismo pede socorro”, “Deixa a Buser em Minas”, estampavam faixas amarradas na lateral dos ônibus, que fizeram muito barulho na porta da ALMG.
 
 

Um dos principais pontos que está gerando debate entre defensores e opositores do PL é a inviabilização da operação de empresas que oferecem esse serviço por aplicativos, como a Buser. Ele também pode estabelecer somente o circuito fechado - obriga o mesmo grupo de passageiros estar na ida e na volta -, exige requisição ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER-MG) até seis horas antes do início do primeiro trecho da viagem e outros pontos.
 

O governador Romeu Zema (Novo) tem até o fim de setembro para sancionar ou vetar a proposta. Desde que o projeto de lei passou no plenário da Assembleia, manifestações como #VetaZema e #BuserSim povoam os comentários em cada publicação do governador nas redes sociais. Agora, eles se reuniram para fazer um buzinaço na Cidade Administrativa e passaram na Assembleia.


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade