Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Onyx sobre suspeita de corrupção em compra da Covaxin: 'Somos diferentes'

O ministro defende o governo Bolsonaro sobre as acusações de irregularidades na negociação da vacina indiana contra a COVID-19


23/06/2021 18:56 - atualizado 23/06/2021 19:11

Ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni(foto: Reprodução/Youtube)
Ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni (foto: Reprodução/Youtube)
O ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência, Onyx Lorenzoni, afirmou que o governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) está no trigésimo mês sem corrupção. Ele participa da coletiva de imprensa convocada na noite desta quarta-feira (23/6) para prestar esclarecimentos sobre a compra da Covaxin, a vacina indiana contra COVID-19.

“Quero lembrar aqui que este governo está no trigésimo mês sem nenhum caso de corrupção. Vou repetir: trigésimo mês sem nenhum caso de corrupção e assim ele continuará. Porque gostem ou não, nós somos diferentes”, afirmou o ministro.
 

Ele defende o governo da acusação de irregularidades na negociação do Ministério da Saúde para a compra da vacina indiana Covaxin, feita pelo deputado federal Luis Miranda (DEM-DF). O parlamentar afirmou ter alertado Bolsonaro sobre indícios de irregularidades e pressões supostamente indevidas na negociação.
 

O deputado é irmão de Luís Ricardo Fernandes Miranda, chefe da Divisão de Importação do Ministério da Saúde. Miranda e seu irmão serão ouvidos pela Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da COVID, no Senado, nesta sexta-feira (25/6).


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade