Publicidade

Estado de Minas PANDEMIA

Médica rebate Bolsonaro: 'Narrativa perigosa. Vacinados devem usar máscara'

Segundo o presidente, o uso seria obrigatório apenas para pessoas que ainda não foram vacinadas ou que não tiveram o vírus


10/06/2021 18:51 - atualizado 10/06/2021 19:01

O presidente falou durante evento promovido no Palácio do Planalto pelo Ministério do Turismo (foto: Pixabay/Reprodução)
O presidente falou durante evento promovido no Palácio do Planalto pelo Ministério do Turismo (foto: Pixabay/Reprodução)
Logo após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) dizer que pediu ao ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, que ele fizesse um comunicado para que o uso de máscaras no Brasil não seja mais obrigatório, a médica Mellanie Fontes-Dutra, PhD SyringeFace, usou as redes sociais para refutar o argumento do chefe do Executivo.

Leia: Bolsonaro fala sobre TCU e diz que cloroquina fez 'milagre no Brasil'

“Pessoal, por favor não caiam nessa narrativa perigosa e que pode colocar a vida de pessoas em risco. Vacinados devem usar máscara. Não sabemos o quanto contribuem para a transmissão e, tendo a transmissão acelerada, precisamos que todos façam essa adesão para controle”, escreveu a médica.

Durante o discurso, Bolsonaro voltou a criticar a ação de governadores e prefeitos de lockdown e isolamento parcial. “Quarentena é para quem está infectado. Isso destrói empregos. Mata o cidadão de fome”, afirmou o presidente.


“Acabei de conversar com o Queiroga e ele vai fazer um parecer para desobrigar o uso de máscaras para pessoas vacinadas ou que já contraíram o vírus”, explicou Bolsonaro. “Não quero que isso seja um símbolo”, disse ele com uma máscara na mão.

O presidente falou durante evento promovido no Palácio do Planalto pelo Ministério do Turismo para apresentar ações visando a desburocratização do setor e a atração de investimentos.

* Estagiária sob supervisão da subeditora Ellen Cristie. 


receba nossa newsletter

Comece o dia com as notícias selecionadas pelo nosso editor

Cadastro realizado com sucesso!

*Para comentar, faça seu login ou assine

Publicidade